30 de maio de 2013

A voltar às minhas paixões...



Não que a paixão tivesse perdida, apenas adormecida... Tanto a fotografia como a escrita! Porque já várias pessoas já falavam que deveria expor as minhas fotografias e voltar a escrever mais a sério (sendo uma delas uma leitora assídua do blog que entrou em contacto comigo via email). São essas pessoas que me inspiram pois as palavras de carinho são o que nos dão força quando a paixão está assim meia adormecida.
Obrigada!

24 de maio de 2013

Grata e orgulhosa


Apercebi-me de uma coisa há pouco tempo... Quer dizer eu já tinha essa consciência mas após certas e determinadas situações, apercebi-me que devo estar ainda mais grata do que tenho.
Estou há um ano e pouco a trabalhar, também há um ano na nossa
casita e apesar de a gente dizer que falta isto ou aquilo, para quem veio com malas só com roupa, indo para uma casa sem qualquer recheio, passado um ano já temos tanto! Há pessoal que está a demorar anos para poder ter aquilo que a gente tem em tão pouco tempo...

Sinto-me extremamente grata.

22 de maio de 2013

Your style in his hands


Quando cheguei ao UK, durante os primeiros tempos fiquei ainda presa à televisão portuguesa, até mesmo as notícias! Contudo chegou a uma altura em que queria me desligar do mundo Português durante algum tempo. Não queria ficar presa nos mesmos programas de televisão que via antes e perder a oportunidade de descobrir a TV britânica...

Ultimamente dei comigo a nem sequer pensar em ver televisão portuguesa, aliás agora só mesmo quando vou a Portugal. E nestas minhas aventuras na TV britânica vi um programa em que fiquei literalmente colada, tal como o Mais-que-Tudo.
O programa em si não é nada de especial, até pode ser considerado um programa típico da trash TV mas levantou certas e determinadas questões pertinentes. O conceito é simples, mulheres que por alguma razão perderam o seu estilo ou se desleixaram, vão perder o seu guarda-roupa por completo (normalmente preenchido por fatos de treino ou algo do género) e terá que ser o namorado/companheiro/marido a comprar o novo guarda-roupa por inteiro! Desde roupa interior a casacos das mais variadas estações.
Isto levantou uma excelente questão aqui em casa... Será que o meu Mais-que-Tudo conseguia comprar toda uma panóplia de roupas ao meu gosto, que me servissem e, por fim, que me ficassem bem? Disse-lhe que ao final de quase uma década ele tinha a obrigação de saber o que gosto e o que me fica bem. Não tem que necessariamente acertar no que me serve porque nem eu às vezes acerto...

Outra pergunta pertinente é: vocês confiariam o vosso namorado/companheiro/marido para renovar o vosso guarda-roupa por inteiro, sem qualquer ajuda?

20 de maio de 2013

Food & Drink Festival


Com um solzinho maravilhoso, este fim de semana foi o Food & Drink Festival na minha cidade... Adeus dieta! LoL

18 de maio de 2013

Vai mudando...



Torna-se cada vez mais estranho ir à Bila, passado um ano não somos só nós que mudamos... Agora o grupo de amigos está disperso e aos que ficaram, acabamos por nos sentirmos como outsiders. Não fazem de propósito, é algo inato porque a maior parte do tempo não estamos lá, por isso vai haver sempre piadas privadas ou momentos não partilhados que desejávamos estar lá.
Não me estou a queixar porque já sabia que isto era uma consequência de sair da Bila e obviamente que não deixamos de ser amigos mas a convivência já não é a mesma. 

Apercebi então que a coisa mais assustadora, devido à distância, é não saber se as pessoas vão sentir a tua falta ou simplesmente esquecerem-se de ti... 

14 de maio de 2013

Discovering: Germany


Este fim-de-semana fomos visitar uns amigos que estão a viver e a trabalhar na Alemanha, onde se juntou o útil ao agradável: fomos conhecer a belíssima cidade de Estugarda e ir ao Frühlingsfest (que assim resumidamente é a versão Primavera do tão famoso Oktoberfest). Aproveitando sempre para visitar cada parque e jardim, que são todos maravilhosos! E claro, dar um saltinho à fábrica-mãe da Ritter Sport, trazendo imensos chocolates... Para não falar das aventuras pelo meio, LoL.

8 de maio de 2013

Birras de graúdos


Num dos dias em que estive na Bila, presenciei uma determinada situação que talvez já não esteja habituada a ver. Num daqueles sítios onde os pais deixam as crianças a brincar sob vigilância de um adulto, do género Kidzania ou algo parecido. Era uma senhora que queria obviamente deixar a filha por um determinado espaço de tempo e depois queria que a miúda saísse sozinha e fosse ter a um local designado, que ficava dentro do shopping. Ao qual a funcionária disse que não podia ser e até acrescentou que para levar a criança tinha que ser a mesma pessoa que a deixou ou deixar identificação da pessoa que a ia lá buscar. 
Acho que é importante realçar que a rapariga que estava a atender ao público foi sempre muito simpática e com uma paciência louvável pois a mulher parecia um disco riscado e estava sempre a interrompê-la para dizer: "mas eu só quero que ela vá ter a tal sítio". Até que a senhora começou a ser mal-educada e a meu ver até parecia uma criança a fazer birra. Não, não era a criança mas sim a mãe, que estava a fazer uma birra porque existem regulamentos para salvaguardar os funcionários mas principalmente as crianças.
Se acontecesse alguma coisa como era? 

Sou muito sincera, não percebo este tipo de pessoas...