28 de dezembro de 2014

Desafio natalício (atrasado)

Então várias pessoas fantásticas se lembraram aqui do Reino e me nomearam para o desafio TAG. Infelizmente não pude responder logo, devido ao facto de que este ano consegui ir no Natal a Portugal, logo não tinha o computador comigo. 
Mais vale tarde que nunca, certo? Por isso tendo em conta que já vou um bocadinho atrasada, deixo aqui o desafio para quem quiser.

Perguntas:

1. Árvore de Natal artificial ou natural?
Desde miúda que era árvore natural mas infelizmente isso já não pode acontecer. Se calhar é por isso que não gosto de ter árvore artificial em casa. Este ano nem me incomodei!

2. Natal com sol ou neve? 
Eu cresci em Trás-os-Montes e agora vivo no UK, o que acham? Eheheh. Aliás, os meus dias favoritos são aqueles dias de sol radiante mas com um frio de rachar.

3. Esperar pela manhã ou abrir os presentes à meia-noite?
Eu sou pior que os putos, já é uma sorte eu conseguir aguentar até dia 24! Mas na minha casa sempre tivemos a tradição de abrir à meia-noite. Alguém pegava nas prendas lia e distribuía para toda a gente ver.

4. Qual o filme que adoras ver na altura?
Ok, esta é uma pergunta séria... Sagrado é ver as sagas Lord of The Rings, Harry Potter e um ou outro Home Alone. Não falha!

5. Cânticos de Natal nos shoppings, sim ou não?
Epá, enjoa. Isto porque começam em inícios de Novembro! Ao final de 2 meses, já cansa.

6. Que roupa usas no dia de Natal? Pijama ou veste roupa bonita?
Roupa bonitinha!

7. Qual a tua comida de Natal favorita?
Rabanadas. Rabanadas. Rabanadas. Ah! E rabanadas... LoL.

8. O que queres receber no Natal?
Eu queria estar com a minha família e recebi isso! O resto foi bónus...

9. Planeia antecipadamente os presentes ou é à última da hora?
Sou uma mulher extremamente organizada: antecipadamente.

10. Veste de Pai Natal?
Ainda não sou gorda o suficiente... Ainda!

11. Qual é a tua música de preferida de Natal?
Jingle bell rock.

12. Onde vais passar o Natal este ano?
Felizmente, passei em casa dos meus pais com a famelga!

26 de dezembro de 2014

24 de dezembro de 2014

Feliz Natal, blogosfera!



No ano passado vi uma publicidade que resumiu perfeitamente o espírito Natalício.

"When it comes to the holidays, 
it doesn't matter what kind of tree you've put up, 
so long as you've got the right people gathered around it."

18 de dezembro de 2014

The Black Jewels series: Daughter of the Blood


"We are what we are. Nothing more, nothing less. There is good and evil among every kind of people.
It's the evil among us who rule now."

A saga The Black Jewels da Anne Bishop foi uma das muitas sugeridas. Contudo li apenas o primeiro livro Daughter of the Blood porque simplesmente não me cativou assim tanto... Dizem que esta saga é fantástica e realmente tem muito boas críticas, só que depois de ler o primeiro livro, sinto que sei o mesmo e que quase não percebi nadinha da história em si.
Há bruxas e bruxos, há uma hierarquia e depois fica tudo um tanto quanto confuso, LoL.

Mas qualquer dia volto a estes livros...

Já alguém leu estes livros? Que acharam?

16 de dezembro de 2014

Aqui entre nós...


...que ninguém nos ouve. 

Deparei-me com uma dúvida existencial no outro dia, como é que as senhoras/raparigas que usam burka passam no aeroporto?

Os camónes são acima do politicamente correcto, não querem ofender ninguém nem perturbar os sentimentos de ninguém. Por isso, como é que isto funciona? Porque não estou a ver os camónes a pedir-lhes para tirarem a burka a fim de segurança no aeroporto, LoL.

Ah! Mas espera lá... Para passar no aeroporto precisas de um passaporte. Ok, outra pergunta existencial, como será a foto no passaporte de uma destas mulheres?

14 de dezembro de 2014

12 de dezembro de 2014

Peditórios



Com o post da Anya lembrei-me de uma cena que, no início, achei bastante estranho aqui no UK. Se forem ver televisão vão ver os mais variados peditórios, para tudo e mais alguma coisa. 

Quando eu digo tudo e mais alguma coisa, estou mesmo a falar verdade. Cheguei a ver um peditório para um santuário de burros! Não desfazendo da importância de cuidarmos dos animais mas têm que admitir que é uma coisa estranha de se passar na televisão... Aliás, posso dizer com quase a certeza que durante os intervalos dos programas há mais peditórios do que publicidade, principalmente nesta altura do ano que parece que a televisão fica inundada de peditórios para todo o tipo de caridades, organizações, etc.

Mas eu acho que os camónes levam isto das caridades a um outro nível... Se vocês forem a uma high street vocês vão ver ao lado de lojas de marca, lojas de caridades muito fofinhas a vender artigos em segunda mão, desde a artigos para a casa a roupa, tudo doado para aquela caridade que depois de vendida reverte então para dinheiro. 
Considero este modo de peditório muito mais interessante do que simplesmente irem à nossa carteira. Acho muito fofinho o slogan de muitas destas lojas de caridade: "Pre-loved clothes". Todos nós temos coisas nos nossos guarda-fatos que já não utilizamos ou já não nos servem ou então que queremos renovar, porque doar a uma caridade? Para dar a pessoas que precisam ou para reverter em dinheiro para uma causa específica.

Muito melhor do que ser parada na rua para doar para isto ou para aquilo... que (peço imensa desculpa a quem o faz) chegam a ser imensamente chatos. Claro que é o trabalho deles serem persistentes mas, principalmente, naqueles peditórios que fazem dentro do shopping que têm uma bancada e tudo que só lhe falta setas luminosas, na minha opinião, se passamos sem parar é porque não estamos interessados ou porque temos pressa... E não como um desafio para nos perseguirem quase pelo shopping inteiro.

8 de dezembro de 2014

The Forum



Sou sincera, eu quando vi os bilhetes à venda para este concerto, pensei que iria apenas por Epica. Tudo bem, eu conheço Dragonforce mas nunca os tinha visto ao vivo enquanto que já tinha visto os Epica ao vivo e gostei muito do espectáculo deles.
Também nunca tinha estado no The Forum, que é uma venue em Kentish Town, super fácil de lá chegar, até porque não se perdia a enorme fila nem por nada. Questionei-me até se iria dar para toda a gente, LoL. Um grande espaço, com vários degraus de visualização e organizado no que toca à entrada, cloakroom e bar.

Quanto aos espectáculos, fui violentamente surpreendida pois nunca me diverti tanto num concerto como no concerto de Dragonforce! Sim, Epica foi muito fixe mas Dragonforce foi imensamente melhor, o que achava que não podia ser possível!

Adorei!


P.S. - Em tom de nota, o que achei estranho foi que, nos patamares superiores estavam seguranças do recinto com lanternas a "fazer" com que as pessoas não filmassem. Podiam tirar fotos mas não gravar... Nunca tal me tinha acontecido num concerto! Fiquei na dúvida se era política da venue ou se é uma coisa nova (o que acho um bocadinho estúpido tendo em conta que neste século quase toda a gente tem um telemóvel ou uma câmara que dê para gravar vídeo). Já alguma vez presenciaram isto?

6 de dezembro de 2014

4 de dezembro de 2014

Cinema VIP session: Hunger Games


Na estreia do tão aguardado filme The Hunger Games: Mockingjay - Part 1, eu e a B. (eu chamo-lhe de Bifa, lol) fomos a uma cinema VIP session
Gostava de vos contar simplesmente a minha melhor experiência num cinema. Não necessariamente por causa do filme mas pelo cenário todo de quase tapete vermelho, snacks grátis, bebidas grátis, um sofá só para ti... Foi tão espectacular que depois de ir ao cinema assim, não se consegue ir a uma sessão normal de cinema como o comum dos mortais, LoL.

Quanto ao filme em si, eu li os livros e já se sabe que é sempre difícil gostar de qualquer filme, contudo eu acho que esta saga até nem está mal representada e o final deixa-nos mesmo com o coração pesado. Team Peeta forever! LoL.

2 de dezembro de 2014

May you never be broken again...



The willow it weeps today
A breeze from the distance is calling your name
Unfurl your black wings and wait
Across the horizon it's coming to sweep you away
It's coming to sweep you away

Let the wind carry you home
Blackbird fly away
May you never be broken again

The fragile cannot endure
The wrecked and the jaded a place so impure
The static of this cruel world
Cause some birds to fly long before they've seen their day
Long before they've seen their day

Let the wind carry you home
Blackbird fly away
May you never be broken again
Beyond the suffering you've known
I hope you find your way
May you never be broken again

Ascend may you find no resistance
Know that you made such a difference
All you leave behind will live to the end
The cycle of suffering goes on
But memories of you stay strong
Someday I too will fly and find you again

Let the wind carry you home
Blackbird fly away
May you never be broken again
Beyond the suffering you've known
I hope you find your way
May you never be broken again
May you never be broken again 


Nota: já algum de vocês conhecia Alter Bridge?