24 de janeiro de 2015

Cesarianas, o editorial


Depois do post de ontem sobre os momentos caricatos, apercebi-me que há umas quantas dúvidas no que toca às cesarianas.

Em primeiro lugar, os pais e as mães não vêem nada. Não há cá ver sangue e órgãos, a única coisa que vêem é mesmo um painel azul (que são os nossos campos estéreis). O que fazemos quando o bebé já está definitivamente cá fora, geralmente, é mostrar o bebé, ao qual eu chamo de momento "Rei Leão". Qual Rafiki a levantar o Simba na colina, os pais ainda vêem o bebé assim cheio de nhãnhã (que é para não começar a debitar termos técnicos) e com o cordão umbilical, geralmente os pais ficam super felizes mas houve um pai que uma vez disse: "então ele vem todo sujinho?" (respondi-lhe que a culpa era da mulher dele que não tinha feito a limpeza mensal, LoL)

Em segundo lugar, os pais podem e devem estar presentes na cesariana. Não sei como é em Portugal mas aqui no UK são imensamente encorajados a estarem presentes e se por alguma razão o pai não pode estar presente, outro membro familiar pode estar com as mães. A única situação em que ninguém está presente é quando a mãe tem que levar com anestesia geral (porque em situações "normais" levam com uma anestesia nas costas), quando isso acontece é porque o cenário é mesmo negro.
Contudo, gostaria de acrescentar que em muitos casos os pais são fantásticos e ajudam a acalmar as mães que estão imensamente nervosas. Não são de todo uns inúteis, vá.

Em terceiro lugar, se eu pudesse tirar fotos ou filmar não acham que já o tinha feito?! LoL. Naaa! Há que manter o respeito... e porque seria processada com certeza.

20 comentários:

Inês disse...

Nunca tinha pensado no momento de mostrar o bebé mal nasce como o momento Rei Leão, se bem que o simba estava mais limpinho, sem a dita nhanha :)

Andreia Morais disse...

Se os pais podem estar presentes acho que é mesmo importante que isso aconteça :)
Também nasci de cesariana

FME disse...

Lol "Momento Rei Leão" é adequad
issimo :)

R* disse...

Ahahah gostei do momento rei leão! :b

depoisdosvinte e dois disse...

ahahah gostei da parte de ele "vir todo sujinho"! Sinceramente não gostei nada de assistir a partos, já ia com aquela ideia, e no primeiro parto ainda me emocionei, mas os seguintes já não achei piada. E se estava com ideia de fazer cesariana no futuro, foi-se logo alí, é horrivel! As mulheres sofrem, vá neste caso é por uma coisa linda

Cecília disse...

Eu nasci de cesariana e segundo a minha mãe o único apoiante foi o senhor enfermeiro ahaah mas não sei como é cá se os pais podem ou não assistir à cesariana.

beijinhos*

Branca de Neve e os Sete Batons

Página do Facebook do Blog

Edna Patel disse...

Excelente post :))

Raspberry disse...

O que me ri com "o momento rei Leão", mas faz todo o sentido :D

Til disse...

O momento rei Leão é divino!!!
Agora vamos lá à parte menos romântica da coisa,eu do alto da minha sabedoria de várias cesarianas (3 filhos).É assim,os homens não são necessários para nada e só estorvam porque são uns medricas...O melhor é viver este momento com os melhores profissionais do mundo (médicos,enfermeiros e pessoal auxiliar) e uma boa anestesia geral.Rua com a epidural que não recomendo!!!
E,já que estão interessados,os meus filhos são assim perfeitos porque são meus!
um beijinho (não sabia que estavas ligada à saúde,obrigada por essa opção profissional maravilhosa)*

Claudia Rodrigues disse...

Não sei se ficava mais segura com alguém acompanhar-me ou se sozinha!!
Acho que em todo o lado deviam dar a oportunidade dos país assistir ao parto!
Gostei do post :D bj

*Nightwish* disse...

Momento Rei Leão - muito bem pensado!!
Acho que aqui cada vez mais encorajam os pais a estarem com as mães no momento do parto, mesmo que estejam à espera que os putos já saiam da barriga da mãe limpinhos, vestidos e com um carapuço na cabeça =P
****

Marisa Costa disse...

r: A neve já foi embora :b

Vanda Silva disse...

LOL. Nunca tinha ouvido chamar momento rei leão. Mas parece-me correcto!!! :b

marie disse...

Grande WIN a tua resposta. :) E considero importante que esteja alguém com a grávida durante o nascimento dos "simbas" até porque as mães precisam de alguém a quem chamar nomes (porque aquilo deve custaaar como tudo) e não me parece que devam fazê-lo ao staff médico. :)

TimTim disse...

obrigada pelas respostas :P

Mia disse...

Adorei a parte do Rei Leão e do simba :)
realmente acho bem que os pais estejam presentes no momento do parto :)

beijinhosss

Lila Incompleta disse...

Ainda bem que os pais tem esse interesse.
Há pais que não conseguem fazer isso, mas acho que é cada vez menos.
Até porque um momento desses deve ser partilhado em casal, não só a mãe :)

S disse...

Eu tenho um filho mas foi parto normal (com uma ajudinha gigante da epidural) mas no secundário escolhi a disciplina de saúde que depois acabei por não seguir apesar de achar fascinante e no 11º ano ou no 10º vimos um filme de uma cesariana na sala de aula que nunca mais me saiu da cabeça, só te digo que é preciso estômago! Ainda bem que tu e algumas pessoas tem porque senão não sei o que seria :))
Bj S

Joana Teixeira disse...

achei super engraçado o momento rei leão ahah :) só por curiosidade, quem tem tatuagens nas costas pode levar com a anestesia local?

anya ♥ disse...

Não sabia que os pais podiam estar presentes. Mas ainda bem que não se vê nada! :P devia ser muito traumatizante!!

R.: Obrigada pelo conselho. Estou a tratar bem dele :P a única coisa que posso fazer é lavá-lo todos os dias, com frequência. De resto, é esperar que o corpo não o rejeite.