30 de abril de 2016

Infidelidade


Este post provém depois de ter visto um filme sobre traições (The Other Woman) e a minha questão é: porque raios quando o pessoal que é traído, dá porrada de meia-noite à "outra" ou ao "outro"?
Mas isto é em todo o lado: filmes, séries e afins... porque é que se lançam como se não houvesse amanhã contra a outra pessoa, em vez de dar um bom par de estalos a quem o/a traiu?

Alguém que me explique...

28 de abril de 2016

Hey little monster, I got my eye on you...



Hey little monster, I got my eye on you
Where are you going, where you running to?
Hey little monster, you know it's all ok
I'm gonna love you, no matter what you say

I got love on my fingers
Lust on my tongue
You say you got nothing,
So come out and get some
Heartache to Heartache,
I'm your wolf- I'm your man
I say run little monster,
Before you know who I am

Hey little creature, tell me what's on your mind,
Where've you been hiding? Can I come this time?
So pleased to please you, and rip that heart off your sleeve,
Let me discover

I got love on my fingers
Lust on my tongue
You say you got nothing,
So come out and get some
Heartache to Heartache,
I'm your wolf- I'm your man
I say run little monster,
Before you know who I am

I got love on my fingers
Lust on my tongue
You say you got nothing,
So come out and get some
Heartache to Heartache,
I'm your wolf- I'm your man
I say run little monster,
Before you know who I... am


Nota: ainda não consigo perceber como é possível a banda Royal Blood, ter só dois membros... são brutalíssimos!

26 de abril de 2016

Queimas


Neste fim-de-semana prolongado estive na Bila para a Queima das Fitas do puto... e que bela maneira de me sentir velha! Nem há 5 anos atrás estava eu a passar pelo pote e a receber as bengaladas, agora é o puto... mas como é que o tempo passa assim tão depressa?

Foi com muito orgulho que estive presente na Missa da Benção das Pastas, em que o meu irmão foi fazer a oferenda ao Bispo e pensámos que íamos ter uma situação tipo a Promessa dos Escuteiros, LoL. 
Fui eu a madrinha de Queima, sendo a primeira a dar as 3 bengaladas e acho que como irmã, estando muitas vezes na primeira fila a ver o que ele conquistou, tinha a obrigação de que as minhas bengaladas fossem as mais fortes para dar sorte! 
O puto não pode dizer que não faço nada por ele, até fui ao osteopata para tratar dos ombros, para que conseguisse dar umas real bengaladas... e dei! Ao ponto de lhe acertar nos dedos, mas isso também faz parte, eheheh.

És um orgulho e, como te escrevi na fita (depois do testamento dos pais), tem juízo!

22 de abril de 2016

Uma sudorese que não me aguento!


Se há cirurgias que me fazem tremer com os nervos e stress... são as cirurgias de ortopedia pediátrica. Um exemplo e é realmente uma das cirurgias que se faz com alguma regularidade é a correcção da Displasia de Desenvolvimento da Anca (DDA).

Assim muito rapidamente. para não vos chatear muito a DDA acontece em bebés que têm uma anca deveras instável. Desencaixam-se todos, coitaditos e lá vão eles para a mesa de operações.
Sim... Bebés vão à mesa de operações, alguns com meses! Já estão a ver mais ou menos o stress, não estão? Piora tendo em conta os diversos factores que engloba uma cirurgia pediátrica.
Por exemplo, um bebé dependendo do peso pode não poder perder mais que 50ml de sangue (um frasco de perfume, vá), tem que ir pesando compressa a compressa para saber quanto vamos perdendo. Além de que estamos a operar num espaço, muita das vezes, mais pequeno que uma moeda de 2 euros!

São cirurgias que demoram muitas horas, chego ao final a puxar cabelos com o stress, com o uniforme colado às costas de tão suada que estou... mas imensamente satisfeita porque sei que a qualidade de vida daquele bebé vai melhorar imenso.

É isto que é ser Enfermeiro.




P.S. - isto de explicar o mundo secreto do bloco operatório é mais difícil do que parece, LoL. Peço desculpa se não fizer muito sentido mas queria partilhar isto com vocês.

20 de abril de 2016

Maze Runner series: The kill order


Pois bem, eu tenho a colecção Maze Runner do autor James Dashner e comecei a ler pela prequela... Maldita a hora em que decidi isso porque este livro deixou-me frustrada e chateada, quando ler é o meu momento de relax. 
O livro parecia que não tinha história nenhuma. As personagens não desenvolviam e simplesmente era mesmo aborrecido! Por isso quando acabei de ler a prequela, porque pessoal bookaholic como eu disse que a colecção estava mesmo boa, decidi dar um tempo. Vou ler outra coisa e depois volto à colecção.

Portanto, a minha opinião é que se quiserem esta saga, não leiam a prequela. A não ser que queiram sentir uma vontade enorme de atirar com o livro à parede, LoL. 

18 de abril de 2016

Vikings



Esta série está simplesmente espectacular, que é sobre, obviamente, Vikings e o famoso Ragnar Lothbrok, não esquecendo toda a mitologia nórdica pelo meio. 

Mas vou-vos contar uma certa situação que aconteceu ao ver esta série e aviso já que isto é clássico da C. cá em casa. Portanto, estava a minha pessoa a meio da primeira temporada desta maravilhosa série, quando o episódio acaba e os créditos aparecem sem eu ter tempo de mudar para o próximo episódio, aparece o nome Travis Fimmel. Quando vejo, dou um valente de um grito, assustando o Mais-que-Tudo no processo, pego no computador e começo a pesquisar se aquilo que estava a ver era mesmo verdade. 

É mesmo verdade! Eu em tantos episódios que vi, nunca me apercebi que a personagem principal é um dos poucos homens que eu tinha um poster imenso nas paredes do meu quarto enquanto adolescente, LoL. De modelo da Calvin Klein a actor a fazer a personagem de Ragnar Lothbrok, o homem está crescido e como o vinho do Porto!

Mais alguém segue esta série?

16 de abril de 2016

Kickboxing



Ora bem, o post de ontem sobre o meu nível fitness de momento, era em preparação do post de hoje... Pois apesar de fazer exercício em casa, não quer dizer que não procure aulas, de vez em quando, para experimentar algo novo. Então, no início desta semana, fui experimentar com uma amiga minha, uma aula de Kickboxing

Nada daquelas aulinhas de ginásio tipo bodycombat, boxercise... Só para terem uma noção, apesar de ser para principiantes, só com o aquecimento pensava que ia desfalecer, LoL. Agora a sério, foi uma aula fantástica e a técnica é bastante mais difícil do que eu pensava... 
A seguir à aula é que foi bastante difícil, os meus joelhos estavam a doer como se não houvesse amanhã e os meus braços pareciam gelatina, LoL. O dia seguinte... Ó Virgem Santíssima! 

Em suma, foi um treino brutal mas infelizmente não posso seguir com as aulas pois os treinos são fixos, o que não ajuda muito a uma pessoa que trabalha por turnos, com long days e noites lá pelo meio.  Mas foi, definitivamente, uma experiência fantástica!

14 de abril de 2016

Fitness


Vocês sabem que não sou muito de publicar aqui dietas e idas ao ginásio mas a verdade é que desde Outubro do ano passado, devido à minha prestação na Major Series, tenho tentado voltar a fazer exercício em condições e até perder uns quilinhos. 
Em termos de pesagem, já perdi mais de 5 quilos desde então, se bem que os quilos a perder não era o mais importante mas sim, tonificar o meu corpo e obter um pouco de músculo. Porque há muito pessoal que se preocupa tanto em ter um determinado corpo ou a perder não sei quantos quilos, que se esquecem de se sentir bem consigo mesmos... Eu quero objectivos realistas e quero sentir-me bem.

O que é que comecei a fazer? Ora bem, ir ao ginásio estava um bocado fora de questão, pois deixei de ir devido aos turnos e afins. Então tive uma ideia brutal e até me bato a mim própria de como não pensei nisto mais cedo!
Faço o exercício em casa. Se calhar, um pouco anti-climático, LoL mas é a mais pura das verdades. Comecei a fazer, religiosamente, o 30 days of HIIT (tem uma app e tudo, é brutal) e conforme o meu nível de fitness foi evoluindo, fui incluindo pesos (aconselho vivamente a comprar um set de pesos se fazem exercício em casa).
Para o pessoal que é bastante apreensivo a fazer peso/musculação (principalmente as meninas), não tenham. É até aconselhável que se faça musculação juntamente com cardio pois não se quer queimar a gordura à maluca e depois ficar-se cheia de peles. Até porque ajuda a tonificar muito mais depressa! Então o ideal para nós mulheres é repetições com pouco peso e não mais peso em cima.

Porque é que me dei tão bem com este plano? Porque não havia desculpas... era chegar a casa, mudar para o fato de treino e siga! Não preciso de sair de casa, não preciso de professor, não preciso de equipamento... só preciso de mim e de motivação.
Já vi bastantes resultados mas se há coisa que me está a custar a perder, é a barriga. Dizem que é a última coisa a perder-se em termos de "gordura localizada". Se é ou não, não faço ideia mas a estúpida teima em não sair, LoL.

P.S. - relativamente a qualquer exercício, com ou sem pesos, têm que ter cuidado com a vossa saúde e corpo, nada de fazerem asneiras! Um exercício ideal para mim pode não ser o ideal para vocês...

12 de abril de 2016

Don't let me drown



Now is the end of time a fool and his legacy are gone
His pride found another way to make sure it all went wrong
Awake in a new day our fears have come to pass
And this time they're gonna last. This time they're gonna last.

Don't let me drown! Don't let me drown!

Now all of the fields are burning it blocks out the sun
I see all the water rising to drown everyone

This is the season we tear our rivals down
This circle of tyrants will end us all right now
The earth has provided the means to burn it down
Well don't you see it now? Well don't you see it now?

Don't let me drown! Don't let me drown!

Now all of the fields are burning it blocks out the sun
I see all the water rising to drown everyone
This is tomorrow's way to end our days
Watch as the clouds they gather now to wash us away

Water is rising coming to wash it all way
There's no denying we were so wrong
Water is rising coming to wash the filth away
There's no denying we are so lost

Staring down the end of time every fear is realized
Crying out it's much too late there's nothing we can do to save
For the time has come

Now all of the fields are burning it blocks out the sun
I see all the water rising to drown everyone
This is tomorrow's way to end our days
Watch as the clouds they gather now to wash us away

Watch as the clouds, they gather now
To wash us away
At the end of days
The end of days


Nota: por acaso, aprecio toda a discografia de Alter Bridge mas de facto o meu álbum favorito é este mesmo. Em especial esta música porque inclui também a grande voz de Tremonti!

10 de abril de 2016

12


Alguém me perguntou uma vez para descrever o meu lar e eu quase que disse o teu nome. Mas em vez disso fiquei calada… as pessoas esperam que digas um sítio ou coordenadas, porém na verdade me senti mais em casa no teu abraço, do que em todas as casas em que já vivi! 
Abraça-me, beija-me, ama-me e estarei em casa.


És o meu lar, a minha morada, há 12 anos e espero, independentemente do nosso código postal, que seja por muitos mais!

8 de abril de 2016

Thank you, thank you, thank you


Existe uma "tradição" aqui no UK, talvez não necessariamente em Londres pois é uma zona muito mais metropolitana, que é agradecer ao motorista quando saímos do autocarro. 
Eu sei que soa muito estúpido da minha parte e mea culpa se por acaso já se pratica isto em Portugal, contudo até vir para o UK nunca tinha presenciado tal coisa. 
No final da vossa viagem, vão ao motorista dizer obrigado e porquê, perguntam vocês e muito bem? Supostamente para agradecer por termos chegado ao nosso destino em segurança.

E que acham? Já alguma vez presenciaram tal coisa ou já tinham ouvido falar?

6 de abril de 2016

Real series


"Naturally, like any female with working cyclical hormones, by Saturday, I'm at a total different point in my monthly cycle, and I've regretted over a dozen times having said I'd go." - Real 
"Like they say, men are from Mars. Some of the ones I've dated are even from YourAnus-the assholes." - Mine

Só consegui ler os dois primeiros livros desta saga da autora Katy Evans. Com certeza vocês já deram conta, pelas Crónicas que tendo a saltar géneros e era a vez de passar pelos romances. 

Portanto, estes romances são sobre um específico lutador numa competição chamada Underground, ou seja, não está reconhecida. Já estão a ver onde isto vai dar, não é? Personagem masculina que nem deus grego com covinhas e personagem feminina que tinha tal garra que ia para os Olímpicos mas conhece o rapaz, perdendo toda a personalidade e mais alguma. Só isto me fez querer largar os livros, já para não falar das cenas vulgares, contudo o que me fez continuar o primeiro livro foi o facto do lutador ter uma doença mental e a abordagem da autora. 

O facto de eu ter lido o segundo livro mesmo não estando muito contente com esta saga? Porque pensei que iria ficar melhor tendo em conta que já se tinha passado aquela parte mais "remélica" do casal se encontrar e afins... Nope, não fica melhor, até acho que fica pior, LoL. 
A não ser que gostem de ler romances com uma personagem principal feminina submissa, não aconselho de todo estes livros. Povo, há melhor.

4 de abril de 2016

Home is where your heart is!


Aqui no UK já nos mudámos 3 vezes de casa. 
A primeira vez quando nos mudámos das acomodações do hospital, para o nosso apartamento, o número 8. Não foi muito mau, tendo em conta que tudo o que tínhamos cabia em malas, contudo transportar as malas, sacos e saquetas por dois ou três autocarros diferentes, foi dose.

A segunda vez, estávamos imensamente excitados porque íamos mudar para o número 60, que foi um apartamento que simplesmente nos ganhou, de imediato, o coração. Porém, esta mudança traumatizou-nos imenso... Não no sentido do apartamento em si porque mudámos para dez vezes melhor mas porque agora já não eram malas, era mudar uma casa inteira! Acreditem, só nos apercebemos de quantas coisas temos quando nos temos que mudar, LoL.
Estávamos imensamente felizes no número 60... esperávamos ficar ali mais do que um bom par de anos, até pensarmos em comprar uma casa. Pois bem, o nosso senhorio mudou-nos os planos quando decidiu vender a casa. E esta notícia fez-nos ter simplesmente o pior mês de sempre! Mal dormíamos, mal comíamos, sempre de telefone na mão para falar com agências, empresas de mudanças e a pensar: por alguma razão estávamos traumatizados!
Ao procurar uma nova casa, decidimos que não podíamos mudar para algo pior, ou para a primeira coisa que nos aparecesse, só porque a besta do senhorio decidiu aquilo. Estivemos ali um tempo em que pensávamos que não iríamos encontrar nada ao nosso gosto e acreditem, o desespero só de pensar em mudar tudo outra vez, era o suficiente!

Mas encontrámos... o maravilhoso número 4. Apesar de estarmos tristes por termos que sair do número 60, porque a localização era muito boa e o apartamento era extraordinário, encontrámos um novo amor no número 4.

2 de abril de 2016

Suits



Acho que esta série está espectacular! 
Que se centra numa firma de advogados em Nova Iorque e num desistente da universidade (Mike) que vai trabalhar para um dos melhores advogados (Harvey), apesar de nunca ter frequentado Direito, ele é um génio. Então como é que uma pessoa que não tem o curso de Direito, consegue praticar Direito?
Além da série estar brutal, tem uma das melhores personagens de sempre, que é a Donna!

Conhecem ou, por acaso, seguem esta série? Se viram a última temporada, qual foi o vosso sentimento quando acabou?