13 de março de 2011

Este país não é para jovens!

Depois de um dia de manifestações, onde estive relativamente perto da maior manifestação do norte do país (algo surreal mesmo), a que conclusões chego? Que de facto somos um país de paradoxos. Somos um país de corruptos, do tacho e da cunha mas quando estamos descontentes com algo, vamos para a rua, prontíssimos para a revolução! Infelizmente, a nossa mentalidade ainda tem muito que mudar. Pessoalmente, nunca me achei muito com a mentalidade portuguesa... O conformismo, entre outras coisas, não vão muito bem com a minha pessoa, mas o que me surpreende é que no meio do conformismo, temos dentro de nós (quando queremos) uma alma revolucionária. Uma alma com séculos, que passaram por Camões, Pessoa, entre outros, que não deveríamos perder... deveria estar sempre a correr pelas nossas veias e artérias juntamente com o nosso belo sangue lusitano!

Temos muito que mudar. Muito mesmo! Pois lembro-me que nos inícios da minha adolescência que éramos a Geração Rasca e agora "evoluímos" para a Geração À Rasca!
Dantes dizíamos: "chamam-nos geração rasca mas quem nos critica é quem nos educa". Contudo, agora dizemos: "querem-nos precários... rebeldes nos terão". Uma coisa é certa, não poderemos perder a esperança e o nosso espírito revolucionário!

Lutemos por um Portugal melhor, não só para os jovens, mas para todos! Juntos conseguiremos!

17 comentários:

Soraia B. disse...

Eu sou a favor destas manifestações :P

Obrigada e para ti também!

nênê disse...

Muito obrigada minha querida. Uma boa semana <3 Grande beijo *

O meu reflexo disse...

tive pena de não puder ter ido a esta manif!

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Era bom que estas manifestaçoes resolvessem alguma coisa, mas infelizmente não resolve :(

Beijo !!!

Martinha disse...

Tens toda a razão. Se baixarmos os braços nunca teremos melhoras no nosso país.

Catarina disse...

eu tive na manif !

e obrigada, boa semana também para ti corina :D

Cristina Lira disse...

Olá Corina..
Passando para te desejar uma otima semana e ler os contos deste reino.
Bjos no coração e tudo de bom.

a Gaja disse...

Assim é que se fala :)
Boa semana*

O meu reflexo disse...

Sim tb sou uma aspirante a enfermeira!!! Bjs

O meu reflexo disse...

eu estou no 3º ano

Bichinha disse...

Concordo com tudo o que dizes mas lamento que quando chega a hora de votar não mostrem toda essa rebeldia, e, isso a mim de facto aborrece-me. É o deixa andar, enquanto chover na conta a malta vai andando e calando. São estas atitudes que não entendo, há muito que as condições de trabalho são precárias e é lamentável que tenha sido precisa vir uma música para acordar. Eu mesma trabalhei muitas vezes para o estado e a recibos verdes, há 10 anos!!! Já nessa altura eu sabia que aquilo não era bom para mim, fui à luta, ouvi a música do meu instinto e quando apareceu a oportunidade agarrei-a e mudei de vida. Recuso-me a fazer parte deste grito, chamem-me o que quiser, sempre fui revolucionária, temos pena. Sou solidária com as pessoas, mas como tu dizes e bem a mentalidade ainda tem que mudar e muito. Uma beijoca.

Beatriz Silva ; disse...

É bem verdade (:

TimTim disse...

Obrigada e igualmente. O blogue é do 5 para a meia noite ;)

Manuela disse...

Querida Corina, com pessoas como tu, com garra, vai-se lá!
Beijinhos :)

Anariita disse...

Oh, obrigada! para ti também (:

Rute Maia disse...

em primeiro: quero MUITO ir ao cinema, já não vou à algum tempinho :c
em segundo: obrigada por «me» teres visitado (:
e em terceiro: acredita querida que marcas ou já marcaste, há sempre alguém que em conjunto tem algo a contar connosco ou sobre nós, mas é preciso ser o mais surreal acontecimento para ser relembrado (:

disse...

Concordo ctg quando dizes que a mentalidade dos portugueses tem de mudar...somos demasiado comodistas, não corremos atrás...
Estou solidária a 100% com esta Geração á Rasca, da qual faço parte...e sim, temos de ir para a rua mais vezes, aliás, já o deveriamos ter feito há muito...
É como na nossa profissão Corina, equanto a mentalidade não mudar, enquanto forem só meia dúzia a lutar, nunca mais vamos sair da cepa torta...