20 de maio de 2018

A revolta do corpo



Tal como vos tinha contado no "Eu quero o meu corpo de volta" pode parecer um bocado vaidoso da minha parte mas quero voltar minimamente ao que era. 

Desde o início desta jornada, tive alguns contratempos, isto é as minhas costas demoraram muito tempo a sarar e se forçasse algum workout, sentia logo de imediato. Infelizmente, eu queria o meu corpo de volta mas o meu corpo ainda não estava pronto para voltar...  E se o corpo diz que não, tu tens que ouvir!
Uma amiga minha lembrava-me muitas vezes: o teu corpo demorou 9 meses a criar um bebé e depois trazê-lo ao mundo, por isso vai demorar uns meses até voltares ao ponto inicial. E foi basicamente este mantra que andou em repeat na minha cabeça pois quando tinha que andar mais devagar, sentia-me desanimada e derrotada. 
Agora já consigo fazer longas caminhas e alguns exercícios com pesos mas numa coisa eu não me descuidei, que foi na alimentação. Como ainda estou a amamentar, não podia fazer nenhuma dieta maluca (nem queria. muito sinceramente), então tentei reduzir um bocado o meu intake de calorias e a certo ponto deixei de comer hidratos de carbono, comendo mais vegetais e fruta (o que, estando a amamentar, é o ideal). Contudo, mesmo com a dieta, tinha direito a uma "asneira" por semana pois senão entramos em depressão alimentar, LoL.

Depois disto tudo, ainda só já perdi 5 kilos... Devagarinho, eu sei mas eu vou chegar ao meu objectivo e ainda nem sequer estou a 100% em termos de recuperação!


Nota: muito obrigada, de coração mesmo, pelas mensagens no post "Eu quero o meu corpo de volta", as mensagens positivas e a força que mandaram pelos comentários, foram super preciosos!

18 de maio de 2018

A parede



Fiquei um bocadinho receosa quando nos mudámos para a nossa casinha... eu acho que não tenho assim muito jeito para decorar, contudo havia uma coisa que tinha a certeza que queria fazer.
Na parede das escadas para os quartos gostava de a preencher com fotografias! Tudo com molduras diferentes, tal como na fotografia... Adoro!

16 de maio de 2018

Aqua babies


Ainda grávida que queria inscrever o Príncipe nas aulas de natação para bebés... não consegui inscrevê-lo mais cedo pois houve a recuperação do parto, recuperação dos baby blues, depois as festividades, seguido das férias em Portugal... Por isso só conseguimos começar as aulinhas em Abril, quando o Príncipe fez 6 meses. 

Em primeiro lugar as aulas de natação são com aulas muito reduzidas, máximo 5 bebés e respectivos papás. O bebé tem que ter duas camadas, uma fralda própria para nadar e um fatinho ou calção de banho. Não vá ter algum acidente e assim há duas camadas de protecção, LoL.
De resto não precisa de mais nada, a não ser o pai ou mãe com o bebé na piscina... nós decidimos que seria uma excelente oportunidade para o Mais-que-Tudo estar com o Príncipe na piscina. Nós mães acabamos por ter uma relação mais chegada com o bebé, especialmente se amamentamos, então também é importante os pais criarem laços em momentos tipo esse.
Então lá foram o Mais-que-Tudo e o Príncipe para a piscina aquecida, cheia de brinquedos e eu a ver ao lado... a primeira aula foi sobre os comandos de voz, criar uma rotina de o que fazer na piscina: pedalar, segurar na borda, aprender a segurar a respiração para mergulhar.

Durante as aulas, o Príncipe porta-se imensamente bem, responde muito bem aos comandos e como se está sempre na brincadeira está sempre a sorrir. Definitivamente continuaremos com as aulas se conseguirmos! 

14 de maio de 2018

PoTD: update 9

Ora cá estamos para mais um update ao desafio Photo of The Day, que tal como já tinha explicado antes, consiste em colocar no Instagram uma foto por dia: que vai desde as minhas aventuras pelo UK, como das viagens que fiz ou ainda dos meus guilty pleasures fotográficos e muito mais... Espero que gostem!





Nota: não tenho o meu Instagram público mas se me quiserem seguir basta adicionarem @her.royal.highness742.

12 de maio de 2018

Black Dagger Brotherhood series: The Chosen


"Okaaaaay, you want to talk about f-bombs? It was like each and every one of the Brotherhood had had a piano dropped on his fricking foot and was using the word "f*ck" as an analgesic."

Este é o livro mais recente da saga Black Dagger Brotherhood da J.R. Ward. Pois é, caros súbditos, enquanto o Príncipe deixar eu vou tentando manter as leituras, LoL.

Este livro já tinha começado enquanto grávida, então imaginem o quanto tempo eu não demorei! O livro até está mais ou menos mas não era sobre personagens que me interessassem muito... contudo, deu um cheirinho do próximo livro.
Acho que desta saga, que já vou no 15º, o único defeito é mesmo a história central estar a demorar a desenrolar... mesmo assim, estou viciadíssima no sentido de humor e sempre à espera de saber mais das minhas personagens favoritas!



E vocês, já ouviram falar desta saga?

8 de maio de 2018

O décimo círculo do Inferno



Eu sei que o título parece algo saído de um romance pós-apocalíptico mas para qualquer pai que tenha passado por isto vai dizer que até é um eufemismo. Pois qualquer pessoa vos vai dizer que as cólicas são coisas do demónio!

É que há muito pouco que a gente possa fazer... o bebé está com dores, a berrar, contorcer-se de dores durante tempos infinitos, mesmo depois de massagem, mudar tantas vezes de posição que só nos falta fazer o pino, entre muitas outras coisas que a gente espera que resulte. É extremamente angustiante, já para não falar da impotência que se sente.
O caso do Príncipe não foi diferente, um choro que aprecia que deitava a casa abaixo e contorcia-se de dores... Até que, por recomendação de uma amiga, comecei a dar Lactase.
Tenho a dizer-vos que a Lactase salvou a nossa sanidade mental! E mamãs, vocês sabem do que eu estou a falar... Basicamente, a Lactase é uma enzima que ajuda na digestão do leite. Nós não começamos logo de imediato a produzir esta enzima, daí as cólicas. Então quando comecei a dar Lactase ao Príncipe, notei uma diferença enorme! De um bebé tirado do filme "O Exorcista", virou um bebé tipo dos anúncios "Dodot", super sorridente e a dormir melhor.

Obviamente não estou a dizer para darem medicação aos vossos pequenos sem consentimento médico mas uma mãe informada é uma mãe descansada... Não há nada como partilhar experiências pois nem sempre a massagem ou diferente posição funciona e é tão bom saber/ter mais opções.
E é isso que espero com este post, ajudar-vos!

6 de maio de 2018

Cartas



Pois é, em terra de Messenger e/ou Whatsapp, quem escreve e envia uma carta, é rei! LoL.

Mesmo com a moda digital, numa altura em que mal pegamos numa caneta e papel, continua a ser tão bom escrever e receber uma carta, seja ela num papel trabalhado ou num simples. Claro que o mais conveniente continua a ser as mensagens e emails mas não há nada como escrever uma carta para alguém. Acaba por ser até terapêutico!

Há quanto tempo não recebem ou escrevem uma carta?