30 de dezembro de 2016

A lista


Agora que estamos no final do ano, há muita gente (eu incluída) que pensa no que vai mudar no próximo ano. As tão famosas resoluções ou listas de coisas a fazer para um novo começo...
Contudo, devido a 2016 ter ficado reconhecido como um ano muito difícil, cheio de más notícias, acontecimentos terríveis ou assustadores, acho que é necessário não só olhar para a frente mas para trás também.

Ás vezes estamos tão concentrados com o que queremos, que não apreciamos o que temos... ou estamos tão desesperados para chegar a uma meta, que não consideramos o caminho que já percorremos.

Façam uma lista, mais não seja mental, das coisas boas que vos aconteceu em 2016. Vamos fazer as pazes com o ano passado, antes de entrarmos em 2017... Que dizem?

28 de dezembro de 2016

I am the master of my fate


Out of the night that covers me,
Black as the pit from pole to pole,
I thank whatever gods may be
For my unconquerable soul.

In the fell clutch of circumstance
I have not winced nor cried aloud.
Under the bludgeonings of chance
My head is bloody, but unbowed.

Beyond this place of wrath and tears
Looms but the Horror of the shade,
And yet the menace of the years
Finds and shall find me unafraid.

It matters not how strait the gate,
How charged with punishments the scroll,
I am the master of my fate,
I am the captain of my soul.



P.S. - adoro este poema e ainda por cima lido por Morgan Freeman? Perfeição!

24 de dezembro de 2016

Feliz Natal, queridos súbditos!


Vocês que me seguem há algum tempo, sabem que não gosto muito do Natal... mas, este ano, tive a grande oportunidade de ir a Portugal tanto para o Natal como para a Passagem de Ano, por isso vou tentar aproveitar ao máximo.
Pois o que realmente importa não é as prendas mas sim, as queridas memórias que criamos com a nossa família e amigos!

"When it comes to the holidays, it doesn't matter what kind of tree you've put up, so long as you've got the right people gathered around it."

22 de dezembro de 2016

The Classics: "Crocodile Dundee"


Quando fico assim meia adoentada, o que gosto mesmo de fazer é de me enrolar na manta, no sofá a ver filmes clássicos. Este é um deles, que me deixa sempre bem-disposta...

20 de dezembro de 2016

Immortals After Dark series



"You're the most malicious bitch I've ever known"
"Flatterer", she chirped - The Warlord Wants Forever
When he watched her sleeping he often thought, my heart lies vulnerable outside my chest. - A Hunger Like No Other
Regin answered with "Bridge. Uhura here." Kaderin sighed, then shook her head at the Star Trek reference. - No Rest For The Wicked
"Just jump!" Yeah, I'll get right on that. Ge-fucking-ronimo, bitches. - Wicked Deeds on a Winter's Night
And really, the medicinal values of Scotch and laughter were underrated. - Dark Needs at Night's Edge
In other words, the square root of fuckall is fuckall. - Dark Desires After Dusk
Hating me is like hating a sharp sword that cuts you. It can't help the way it was formed. - Kiss of a Demon King
My ego's on life support. Prognosis grim. - Deep Kiss of Winter
Well, maybe we need to Cesar Millan their asses and show them who's boos. Tsst, tsst! - Pleasure of a Dark Prince



Um amiga minha aconselhou-me esta colecção da autora Kresley Cole. Por acaso, ainda não consegui acabar a colecção toda... mas gostei do que li até agora! 
Quando comecei a ler e me apercebi da dinâmica dos livros (similar à Black Dagger Brotherhood mas com personagens femininas extremamente fortes e com um sentido de humor fantástico), pensei que me iria fartar ao fim do terceiro livro ou assim mas de facto isso não aconteceu pois a autora mantém-nos completamente colados à grande história.

Cada livro centra-se numa personagem, ou seja, num particular ponto de vista, o que se torna interessante pois o mundo que a autora criou tem tudo que é criatura de folclore ou fantasia: vampiros, fantasmas, lobisomens, bruxas, valquírias, elfos, demónios, duendes, deuses, etc. Cada facção tem a sua hierarquia e claro, há facções que são inimigas entre si. Contudo, apesar disto tudo, há um grande acontecimento que está cada vez mais perto e que significa que muita gente de todas as facções vão morrer! 

Portanto, cada livro é um passo cada vez mais perto desse tal grande acontecimento, que se chama Ascenção. E são de momento 16 livros! Se quiserem perder-se numa saga de livros, esta é uma excelente opção...


18 de dezembro de 2016

FR Happy


Uma das coisas que sentimos mais falta quando estamos longe, é da nossa comidinha portuguesa. Principalmente, quando somos do norte e sentimos aquela vontade imparável de comer uma francesinha. 

Então seria de esperar que pelo menos tentássemos encontrar um substituto para as francesinhas para não sentir tantas saudades. Já tínhamos experimentado comer francesinhas na Casa do Porto em Londres... jurámos para nunca mais e ficámos de tal forma traumatizados com o sabor daquilo que durante uns tempos só comíamos francesinha quando íamos a Portugal.

Recentemente, fui a um novo restaurante que abriu em Londres, uma casa de francesinhas chamada FR Happy... e fiquei impressionada. O sabor apesar de não ser o mesmo (o que é sempre difícil), era bastante agradável, o staff era super simpático e até tinham estudado na Bila! 

Como cereja em topo do bolo, tinha um maravilhoso de um café... que quem está fora, sabe o quanto o típico café se torna um Santo Graal.

16 de dezembro de 2016

The ashes you left to bury us


Cut through the fetters, reach the end
Only to fight yourself again
Who would believe that now you’re done
You carried the weight of everyone
After all the time we spent
Rewriting the rules that now we bend
The whole damn thing has turned to dust
You left us alone, defeated us

Why did you head out
Did you lack the love?
Hide from our eyes now
The reflection of

Once fell behind to carry me
You know it was never meant to be
Bled for the right to see it through
And now is the time to carry you
Why were we afraid to go?
We asked for the truth and now we know
The whole damn thing has turned to dust
The ashes you left to bury us

Why did you head out
Did you lack the love?
Hide from our eyes now
The reflection of

Nota: como já tinha mencionado, o álbum do Tremonti do ano passado não foi tão bom mas este ano... ai com o álbum deste ano ele redimiu-se, mesmo!

14 de dezembro de 2016

Conversas à mesa: o update, parte 3

Ora bem, estas não são bem bem umas Conversas à mesa... são mais a "azelhice" da vossa soberana, LoL. Mas decidi partilhá-las na mesma no facebook do Reino:


Está a vossa Soberana a ver um filminho para relaxar, nomeadamente o fantástico "The Rocky Horror Picture Show", depois de um fim-de-semana e segunda-feira de muito trabalho... 
Ao qual a vossa Soberana pensa, quando vê o Dr. Frank-N-Furter:

- Então mas pera lá... eu não me lembro do Freddy Mercury entrar neste filme...

*Pesquisa no IMDB*

- Ah... o actor é o Tim Curry. Hmmm... Se calhar é melhor ir dormir.

LoL

Em conversa com a Afal (a autora do blog "Fénix Renascida") sobre a Black Friday:
Afal: Olha eu comprei uma varinha mágica :D
Eu: A sério?! :o
Afal: Ah sim... andei a remoer o dia inteiro e acabei por comprar uma :)
Eu: Qual é que compraste? :o
Afal: Uma Braun.
Eu do outro lado quase a chorar de tanto rir pois pensei que a Afal estava a falar duma varinha de Harry Potter e não de um electrodoméstico... #geekproblems LOOOOOOOL


P.S. - não se esqueçam de fazer um likezinho na página do Reino pelo mundo encantado do facebook, sim?

12 de dezembro de 2016

WGC


Uma colega minha perguntou-me se, já estando há quase 5 anos no UK, conhecia o Gurning. Que por acaso desconhecia... Apesar de pelos vistos ser um concurso bastante famoso aqui no UK.
Ora bem, isto é basicamente um concurso em que as pessoas vão para lá fazer caretas das mais feias que conseguirem...  e isto é legítimo minha gente, LoL.

Os camónes são mesmo doidos.

10 de dezembro de 2016

As olimpíadas da casa



Há sempre aquele momento de tensão de quando um casal junta os trapinhos e vão viver juntos... Será que vai resultar num felizes para sempre? Será que vamos sentir a tentação de arrancar a cabeça um do outro?

Bem, em relação às mulheres, há toda aquela pressão de tornar uma casa num lar, pensar na decoração, manter a casa limpa, não deixar a roupa tornar-se no Monte Everest, manter o frigorífico cheio, etc. Em relação aos homens, principalmente agora no século XXI, tem que haver aquela transformação de mentalidade de "casa da mãe" para a "nossa casa". 
Não há cá "saco mágico" (o saco em que se mete lá dentro a roupa suja e ela magicamente aparece no quarto ou nas gavetas já limpa e passadinha) ou "pia mágica" (o mesmo princípio do saco mágico mas versão pratos, copos e afins lol), um casal quando vai viver junto tem que ser uma verdadeira equipa pois se ambos trabalham, ambos precisam de descansar mas há também que manter a casa como deve ser.

Dito isto, nesta evolução, há todo um momento que gostaria de comentar com vocês... Há todo um momento em que nós meninas estamos exaustas do trabalho, chegamos a casa e os nossos ombros já estão quase a tocar o chão de exaustão só de pensar no que ainda temos que fazer em casa. Abrimos a porta, o homem está à nossa espera com sorriso de orelha a orelha.

Ele fez uma tarefa. Ou lavou a loiça ou passou a roupa ou aspirou a casa mas o orgulho e o peito cheio, porque ajudou em casa, parece aquele momento de celebração dos Olímpicos, em que o atleta é recebido com louros, foguetes e medalhas, LoL.
É engraçado como os homens esperam uma recompensa se ajudam em casa ou pelos recognição pelo trabalho e connosco não há aplauso ou reconhecimento... apenas obrigação?


P.S. - e nós lá sorrimos e fazemos um bocadinho de festa pois um bocadinho de ajuda é melhor que nenhuma ajuda, LoL. Tadinhos, eles bem tentam, eheheheh.

8 de dezembro de 2016

Crafty Kaya


Como já mencionei antes, ir a Camden é fantástico... Acabamos por encontrar artistas brutais lá para o meio e um deles foi a Crafty Kaya, que faz peças de joelharia e decoração com flores dentro de vidro! Como será que fazem isto?

Claro que não resisti e tive que comprar um par de brincos. Adoro!

6 de dezembro de 2016

The gym wildlife


Ainda recentemente falei sobre os perigos de seguir ou procurar fitness experts... e por isso mesmo, venho mostrar-vos uns moços que já sigo desde que comecei a mudar o meu estilo de vida.
Descobri os Buff Dudes quando vi um dos seus vídeos que ficou viral, o "Gym Wildlife", que por acaso está hilariante... Contudo quando vi que eles faziam vídeos com exercícios, maioritariamente com pesos, fiquei bastante céptica.

O cepticismo passou num instante ao ver apenas um par de vídeos, eles além de serem extremamente engraçados, dando um importante traço de humor aos seus vídeos, são muito bons a explicar como fazer exercícios seguros com pesos: posição correcta, movimentos a evitar, exercícios errados, como e quando aumentar o peso, etc. Isto tudo podendo fazer em casa, há uma série de vídeos deles a explicar como fazer exercícios em casa ou no quintal.

Se quiserem adicionar pesos à vossa rotina de exercício, aconselho a darem uma vista de olhos pelo canal deles.


4 de dezembro de 2016

Bla bla bla, whiskas saquetas


No início do dia (ou antes do caso, no caso de emergência) o cirurgião informa a equipa do plano para a cirurgia e o que é que ele precisa. Há um debate entre nós relativamente a equipamento e depois lá vou eu qual "Dora, a Exploradora" em busca do equipamento escondido, LoL. 
Neste caso, a cirurgia envolvia um ombro, por isso, o material era bastante específico. Que fica guardado no outro lado do departamento (imaginem um shopping e ir de uma ponta à outra só para buscar um instrumento ou uma sutura). Então para poupar as pernas ao pessoal anotei tudo o que ele precisava, chegando a ser um bocadinho exaustiva demais mas tendo em conta que iria ser eu a estar instrumentada, não queria que faltasse nada.
Eu e o resto da equipa estivemos durante meia hora a reunir tudo que foi mencionado, preparar o bloco, reunir próteses... até ao momento em que o doente está na mesa, eu estou feita Ferrari no ponto de partida, prontíssima a arrancar.

Até o cirurgião me perguntar porque é que eu tinha X em vez de Y na minha mesa de trabalho... 
Eu: Erm... J. então foi o que me disseste ainda à bocado.
Ele: Ai, não... Não disse nada disso!
Eu: Olha desculpa lá mas a não ser que tenha ficado maluquinha por 5 minutos, tu concordaste que era para ter X e não Y. Mas não te chateies, não seja por isso e vai-se buscar Y.

Passado um bocado e estando uns 2 minutos à espera do que ele queria...
Ele, diz-me baixinho, a rir-se: Ah, sabes quando me perguntaste se queria X se calhar até disse que sim mas eu não estava a ouvir nadinha do que disseste...

Só não lhe bati porque além de ser um dos meus cirurgiões preferidos... ele até foi honesto, vá. LoL


2 de dezembro de 2016

Harry Potter: Hogwarts Library


Em seguimento do que mencionei num post anterior, decidi mencionar nas Crónicas de uma Leitora Compulsiva esta parte da fantástica colecção Harry Potter.

Ora bem, o novo filme desta colecção é "baseado" (note-se as aspas) no livro Fantastic Beasts and Where to Find Them. Digo baseado com aspas pois o livro é como se fosse um manual escolar, ou seja, é como se fosse uma introdução às criaturas mágicas, identificando-as mas como um verdadeiro livro escolar, foi "graffitado" pelo Harry, Ron e a Hermione, com algumas observações, LoL.

Outro livro também em estilo de manual escolar é o Quidditch Through the Ages. Tal como o título diz, explica o que é o Quidditch e a sua evolução ao longo dos tempos. Fala em algumas equipas, regras do jogo, tal como é mencionado no Harry Potter and the Goblet of Fire

O último livro desta colecção é o The Tales of Beedle the Bard, o livro e contos infantis mencionados no Harry Potter and the Deathly Hallows. Tal como vocês sabem, este livro tornou-se crucial para a derrota do Voldemort e nós podemos ler os contos completos! Há ao todo cinco contos: The Tale of the Three Brothers, The Fountain of Fair Fortune, The Warlock's Hairy Heart, The Wizard and the Hopping Pot e Babbitty Rabbitty

Pessoalmente, eu sempre vi estes livros (que já estão disponíveis há imenso tempo, não percebi a surpresa quando saiu o filme) como uma espécie de glossário, uma explicação mais extensa do grande e vasto mundo de Harry Potter!

30 de novembro de 2016

My first British wedding


Na semana passada, eu e o Mais-que-Tudo fomos ao nosso primeiro casamento camóne. A minha amiga Becky casou-se e mal recebi o convite a primeira coisa que me disse foi que teria que usar um chapéu para o casamento, LoL. Mas já lá vamos... Vou primeiro dizer-vos as diferenças de um casamento camóne de um casamento tuga.
Em primeiro lugar, há vários tipos de convidados: as pessoas convidadas só para a cerimónia na igreja, pessoas convidadas para o dia inteiro e pessoas convidadas só para a parte da noite (pós-refeição no copo-de-água). Nós fomos convidados para o dia inteiro, que começou com a aventura de conduzir no lado errado da estrada (e do carro, uma experiência que contarei noutro dia) até à Igreja.
A Igreja, reparei que estava bastante simples em termos de decoração mas quando olhei em redor percebi o porquê, a grandiosa igreja era lindíssima que mais parecia uma catedral, cheia de detalhes e antiguidades. À entrada da mesma, os convidados recebem um livrozinho com a fotografia dos noivos e o serviço do casamento.
O casamento em si, a cerimónia, tanto eu e como o Mais-que-Tudo gostamos imenso pois se durou 30 minutos foi muito, o que tornou a cerimónia bonita, leve e cheia de significado pois os noivos incluíram os seus votos na cerimónia.
Depois de algumas fotos à saída da igreja  e de os convidados coordenarem o lançamento de confettis, fomos todos em direcção aos nossos carros para ir para o copo-de-água, em especial os noivos num carro-antiguidade muito bem decorado.
Na quinta onde iria decorrer o copo-de-água, fomos recebidos pela mestre de cerimónias com mimosas. Sim, um casamento camóne tem um mestre de cerimónias, um género de mordomo com um martelo para anunciar que o salão está aberto, discursos, corte do bolo, etc.
Outra coisa, não há cá casaco do noivo a arrebentar pelas costuras de envelopes, há toda uma caixinha ou mesa onde se coloca os envelopes ou outras prendas para os noivos.
A comida não é como os casamentos tugas, em que se passa 3 dias de fome para se entulhar de comida no dia de festa. É uma coisa bastante mais sóbria, LoL. Por falar em sóbrio... as bebidas não são estilo "bar aberto", por mesa há direito uma ou duas garrafas de vinho e depois o bar está aberto para se comprar bebidas.
Por fim, claro que há o bolo da noiva mas há também o bolo do noivo, que normalmente é uma coisa muito mais informal e divertida, como neste exemplo era do super-herói favorito do noivo. Houve também o belo do fogo de artifício, que tendo em conta que é Novembro estava um belo dum griso (passo a expressão transmontana para um frio do catano).


O vestido eu já o tinha mencionado numa das cruzadas depois foi só arranjar o acessório para o cabelo. Nos casamentos dos camónes há a tradição (como já devem ter visto em filmes ou até mesmo quando o príncipe William e a Kate se casaram) de usarem chapéus ou apliques no cabelo, que se chamam fascinator. O meu era para combinar com o vestido por isso era uma flor toda xpto (vejam só os meus skills descritivos, hein lol).
Que quando a Becky me disse, fiquei bastante apreensiva mas depois no casamento percebi que não era a única, então já me senti mais à vontade.

Em suma, foi um dia em cheio, que em falta de mais descrição, na verdade, foi muito britânico, LoL. Acho que se eles fossem a um casamento tuga, mais precisamente da minha família, que quando se juntam os primos é o verdadeiro bacanal... eu acho que eles ficavam traumatizados, LoL.

28 de novembro de 2016

Time and time again...



Hide it like another shame
So we may start again
Reach inside and tear away
You pray now for the end
Try to find another goal, while others are erased
Feed it like another soul

Lost
Is the proof now
Wasted all again
Gone
Is our way out
Time and time again

Mourn it like another gone
Another passed away
Know that we have just begun, to forge a better day
Open like another door
It's feeling right again
Sold it like another soul

Lost
Is the proof now
Wasted all again
Gone
Is our way out
Time and time again


Nota: por acaso prefiro o primeiro ao álbum do ano passado, de Tremonti, mas a voz dele perdoa tudo! Eheheh.

26 de novembro de 2016

Property of Hogwarts School of Witchcraft and Wizardry


Uma das aquisições de quando fomos aos estúdios do Harry Potter... quem dera que não seja a última!

Já fui ver o novo filme do mundo de Harry Potter, o Fantastic Beasts and Where to Find Them. Até ao lançamento tinha pessoal amigo, até o Mais-que-Tudo, a perguntar-me, qual era a história do livro... quem leu o livro sabe bem que não havia história, portanto desta vez estávamos todos no mesmo barco e foi uma bela surpresa!
Já viram o filme? Que acharam?

24 de novembro de 2016

Já dizia o outro: um tapinha não dói...


Há algum tempo, houve alguém que me mostrou "extreme sports you haven't heard of" (desportos radicais que nunca ouviste falar) e o Slap Off Contest estava lá...

Sabem o que isto me faz lembrar? Algo que dois irmãos ou amigos fariam num domingo à tarde sem nada que fazer, para ver quem é o mais “macho”… E acabava ou com dentes partidos ou o chinelo da mãe a voar, LoL.

Isto há com cada coisa, meu povo.

22 de novembro de 2016

And the nights will flame with fire...


[Introduction: The Laughing Heart]

If you're going to try, go all the way.
Otherwise, don't even start.

If you're going to try, go all the way.
This could mean losing girlfriends,
wives, relatives, jobs 
and maybe your mind.

Go all the way.
It could mean not eating for 3 or 4 days.
It could mean freezing on a park bench.
It could mean jail,
it could mean derision,
mockery,
isolation.

Isolation is the gift,
all the others are a test of your endurance, 
of how much you really want to do it.
and you'll do it
despite rejection and the worst odds
and it will be better than
anything else you can imagine.

If you're going to try,
go all the way.
There is no other feeling like that.
You will be alone with the Gods
and the nights will flame with fire.

Do it, do it, do it, do it.

All the way, all the way.

You will ride life straight to perfect laughter, 
it's the only good fight there is.

Charles Bukowski 

20 de novembro de 2016

A falsidade do fitness


Como já vos tinha dito há algum tempo, mudei um bocado o meu estilo de vida e tornei o exercício como um elemento essencial do meu dia. Com isso vamos pesquisando e procurando muito mais... o que pode levar a frustrações pois existe muito boa gente a ganhar dinheiro com isto. 

Se pesquiso algum fitness expert vejo mais do que um par de posts, se vejo que as fotos são hiper-mega produzidas, nem sequer vejo mais. Porquê? Porque normalmente esse pessoal está cheio de manhas para mostrar um corpo que não é exactamente real, além de que muitas das vezes têm uma equipa (qual a equipa das boxes da Ferrari) a tratar do cabelo, maquilhagem e poses.
Isto das poses, então, é extremamente importante pois muitas das vezes ficamos com uma ideia errada de como o nosso corpo devia estar/ficar com aquele exercício específico ou simplesmente com a mudança de dieta.

É importante pois quando estamos a mudar de estilo de vida, precisamos de objectivos realistas, de apoio e inspiração. Não estou a dizer que procurar fitness experts é uma coisa errada, eu também o faço, simplesmente escolho os mais verdadeiros.

Uma delas é a Emily Skye, que faz imensos vídeos com exercícios que podemos até fazer em casa, colocando mais fotos de pessoal que seguiu o seu programa do que suas. Contudo, quando coloca fotos da sua pessoa, coloca-as como avisos. 
Por exemplo, a primeira foto ela explica como uma pose pode modificar a forma como vemos o nosso corpo. Ela tem uma verdadeira barrinha de chocolate como abdominais mas mesmo quando se senta tem um "rolinho"... porque isso é normal! Ou então mostrando a diferença de a sua aparência normal com uma foto em que está maquilhada e com o cabelo arranjado.
O post que me deixou de queixo no chão e o que me levou a segui-la foi o post sobre o "síndrome de barriga inchada", que nos assalta infelizmente uma vez por mês... mostrando duas fotos suas no mesmo dia, mostrando a diferença e como isso é, outra vez, normal.

Além de que ela avisa sempre os seus seguidores a terem objectivos realistas, a manterem-se saudáveis, nada de dietas malucas e para terem os devidos cuidados quando estão a fazer exercício. E é assim que deve ser!


18 de novembro de 2016

Normal


Sempre que vou a Camden, é uma verdadeira desgraça para a carteira, LoL. Aqui fica mais uma das aquisições...

16 de novembro de 2016

A casa na montanha



Ultimamente, nas últimas semanas, naquele momentos de sossego ou de alto stress e tu procuras algo do género de uma âncora dentro de ti, a minha mente divaga sempre para o mesmo sítio...

Para explicar a quem não me segue há muito tempo, há 5 anos tive simplesmente uma das melhores passagens-de-ano de sempre! Super simples... o nosso grupo alugou uma casinha de turismo rural no topo do Alvão. Com tudo o que uma casa precisa, menos internet (pois era no meio de nenhures) mas tinha uma maravilhosa salamandra e um anexo ligado à casa com toda a lenha que podíamos queimar. 

Sei que estou a explicar muito por alto mas é uma daquelas situações em que transcende descrições pois é uma casa no meio da montanha, perdida no meio de nenhures, que para lá chegar era preciso um transporte com tração às quatro rodas mas com os nossos bolinhas lá chegámos na mesma, LoL. Com os teus amigos mais próximos, comidinha feita por nós, jogos e música nas alturas, não esquecendo com a salamandra sempre com o máximo de lenha para nos mantermos quentes.

O silêncio, a paisagem à nossa volta, as luzes da cidade lá em baixo durante a noite... existe uma palavra em inglês que transmite o que senti nessa casa: bliss.
Uma tranquilidade tal, que se calhar é precisamente isso que eu preciso de sentir novamente.

Gostava de voltar a alugar aquela casa... pena já não estar disponível.

14 de novembro de 2016

Who will fix me now?



What doesn't kill you makes you wish you were dead.
Got a hole in my soul, growing deeper and deeper.
And I can't take one more moment of this silence.
The loneliness is haunting me.
And the weight of the world's getting harder to hold up.

It comes in waves, I close my eyes.
Hold my breath and let it bury me.
I'm not okay, and it's not alright.
Won't you drag the lake and bring me home again?

Who will fix me now? Dive in when I'm down?
Save me from myself, don't let me drown.
Who will make me fight? Drag me out alive?
Save me from myself, don't let me drown.

What doesn't destroy you, leaves you broken instead.
Got a hole in my soul growing deeper and deeper.
And I can't take one more moment of this silence.
The loneliness is haunting me.
And the weight of the world's getting harder to hold up.

It comes in waves, I close my eyes.
Hold my breath and let it bury me.
I'm not okay, and it's not alright
Won't you drag the lake and bring me home again?

Who will fix me now? Dive in when I'm down?
Save me from myself, don't let me drown.
Who will make me fight? Drag me out alive?
Save me from myself, don't let me drown.

'Cause you know that I can't do this on my own...

Who will fix me now?
Dive in when I'm down?
Save me from myself, don't let me drown.


Nota: não sou grande fã de Bring Me The Horizon mas tenho a dizer que adorei o último álbum deles... está muito Thirty Seconds to Mars mas ligeiramente mais pesadito, não acham? 

12 de novembro de 2016

TeaPigs


Com o Outono, vem a época do cházinho!
Sim, eu sou uma pessoa de chá. E desde que vim para o UK, que tentei encontrar chás de qualidade... Encontrei simplesmente a melhor marca de chás de sempre: a Teapigs!

Além de ter imensas escolhas (desde chá de frutos vermelhos, de menta, de pipocas, a rebuçado e até de chocolate) são todos naturais, de grande qualidade e com imenso sabor. Bem, falar é muito bonito mas é a provar que a gente decide de facto se gosta e nota a diferença!

Se são amantes do chá, vão ao site, dêem uma vista de olhos e dá mesmo para encomendar.

10 de novembro de 2016

Um reino de 700


Ontem reparei que chegámos aos 700 súbditos aqui no Reino e há tão pouco tempo chegámos aos 1500 posts
Espero não vos desiludir... só me resta agradecer a quem o tem divulgado, dar as boas-vindas a quem começa a segui-lo agora e quem me tem acompanhado ao longo destes anos. Muito obrigada!

8 de novembro de 2016

Um parabéns especial...



Acabei de regressar de um, excelente, fim-de-semana prolongado em Leiria para festejar o 30º aniversário da Afal
Com toda a honestidade, não consigo escrever nada que consiga expressar ao certo o quão estes fins-de-semana significam para mim... por isso vou deixar as fotos falarem por mim!

Contudo, além de fotos, registamos também as nossas maluqueiras numa salada de hashtags:
#asfestasdaxinhasãopiorqueonatal #vamostodospoinferno #sogentebonitaedepoishaofeiododavid #deusnocomando #chilling #chipsissallad #potatoforlife #storyofmylife #myunallergiccat #thecatsheisnotallergicto #awkawrdismymiddlename #ostentacao #sódormir #umasemanaemeia #oterror #porraeletemocuquente #osalvador #bewarethedevils #normalpeoplescareme #antisociaisasocializar #5anosdepois #istoépiorqueonatal #eusouumgordoemrecuperação #jáfizmaisconchinhacomhomensquetucomatuaex #vamostodosparaoinferno #jáchega #metenojo #metenoijo #zoolanderface #thereasonisit #notduckface #iamnotkyliejennerface #vamostodosparaoinferno #metenoijo #jatoubelhopaisto #tirarselfiesnosupermercado #ostentaçao #Tudocaradebagaço #licenciaturaemhastagging #ahoradomonstrodasbolachas #letsgotohogwardsschoolyearsarebiggerthanweekends #guicheiodesono #joaoenaughtyselfies #corinaemmodowednesday #davidApuxarAgua
#deixaiomenino #naoestouagostardeti #naogostomesmonadadeti #odeiote #epahdeixemme #estecafetemqueserrapido #pao #venhammais30 #émuitopoder #colheitade86 #emplastrescondido #aserquesejaaténosmijarmosarir #velhosincontinentes #naoháfraldaqueaguente n#rasgaioutroquenaoojoao #ariràsgargalhadasnoaeroporto #opessoalpensaquesoumaluquinha #saladadehashtagstobecontinued

6 de novembro de 2016

Crossfire series: One with you



Portanto, saiu o final da saga Crossfire da autora Sylvia Day.  No livro anterior a este, já tinha ficado um pouco desinteressada da história mas como este seria o último livro saga, decidi que tinha curiosidade suficiente para lê-lo. 

Enquanto estava a ler dei por mim a pensar "ainda bem que decidiste ler" até o livro começar a acabar e eu a pensar "a ideia de ler afinal não foi assim tão genial". 

Não que a história não me interessasse mas parece que a acabar o livro ela pegou em todos os clichés, misturou-os todos e bota para a frente! Além de que não gostei do final. Tenho pena porque achei que os livros tinham bastante potencial... 

4 de novembro de 2016

1500 and counting...



Ora bem, este post tem dois propósitos... o primeiro é para celebrar o facto de o Reino completar 1500 posts! Depois de 7 anos, atingimos esta meta e estamos quase a atingir outra a quase a chegar aos 700 súbditos. 
Sei que vai parecer muito cliché mas vou dizer na mesma... obrigada a vocês, meus súbditos, que estão aí desse lado a ler o Reino e a vê-lo crescer! Sem súbditos, não há Reino que valha, eheheheh.

O outro propósito é para vos falar sobre uma colaboração que está em construção... Eu e a On Being Joana numa na desportiva, falámos sobre um ajuntamento de ideias e conhecimento  para a criação de um blog sobre o nosso part-time: "guias turísticos" em Londres. 
Depois de vos ter perguntado, se devia incluir uma rubrica de visitar recantos escondidos de Londres, e de ter recebido tantas respostas positivas... esta colaboração fez muito mais sentido!

Portanto, eu e a Joana estamos à procura de mais pessoas interessadas a entrar neste novo blog sobre tudo o que há para saber sobre o que fazer em Londres... Portanto, se conhecerem alguém ou até mesmo tu, caro súbdito, estás interessado, deixa um comentário ou manda email para: omeureinodanoite@gmail.com

Já agora... que nome acham que o blog devia ter? Ideias?

2 de novembro de 2016

Love, Victoria ♡



Não há, realmente, melhor coisinha que um miminho de nós, para nós! Na verdade, a culpa é das minhas amigas que me viciaram aos maravilhosos cheirinhos da Victoria's Secret... desta vez foi o Such a Flirt e o Romantic. Que delícia! 

E vocês? Conheciam o maravilhoso mundo das fragrâncias da Victoria's Secret?

30 de outubro de 2016

FSD


Não, não, não! Isto só pode ser uma cabala, um verdadeiro complô contra mim... então não é que a estreia do novo filme de Fifty Shades of Grey, vai calhar outra vez perto do dia de S.Valentim? 

É que já não bastou o rescaldo do primeiro, não é? Isto ainda vai sobrar para mim, ora esperem lá...

28 de outubro de 2016

A cruzada feminina, parte 2


A cruzada feminina... que é comprar um vestido para um casamento, como convidada. 

Pois este ano fomos muito afortunados em sermos convidados não para um mas sim para dois casamentos. Neste caso sendo um casamento camóne, então o vestido terá que levar um chapéu a acompanhar.

26 de outubro de 2016

Pessoas para enfeitar


Desde sempre que gostei bastante de estar sozinha e por isso mesmo, pensava cá para mim que não era normal. 
Todas as outras pessoas tinham que estar sempre com alguma presença… Não podiam ir ao café e simplesmente sentarem-se, tinham que estar em constante comunicação com alguém ou combinar na porta até a outra pessoa chegar. Não podiam sair à rua, ir a uma loja sem outra pessoa. Ir explorar uma cidade, um museu, uma galeria… sozinhos? Impensável. Era isso o esperado mas… eu não era e não sou assim. 

Não me levem como uma pessoa anti-social pois adoro estar com os meus amigos, adoro colocar a conversa em dia, fazer um "programinha" e adoro partilhar esses momentos maravilhosos com eles mas… também gosto de estar sozinha. 

Então porque era esperado que eu devia estar sempre acompanhada e na estupidez de pensarmos que há sempre algo de errado connosco, antes de qualquer outro raciocínio. Para “combater isso” então combinava com pessoas com quem particularmente não me dava muito bem, incluía-me em grupos que não me diziam muito mas pensava para mim: é-me esperado isto. Cada vez mais, não me sentia eu própria porque estava constantemente em interacção com pessoas que não traziam nada de bom para a minha vidinha (a não ser ideias para posts fantásticos aqui para o Reino em jeito de gozar com o povo).

Contudo, felizmente, uma pessoa vai crescendo e, como em tudo, há um momento de epifania. Sim, porque esse momento existe, se ainda não o tiveram é porque ainda têm mais alguma coisa a aprender com essa situação. Eu, definitivamente, já tinha tudo o que tinha a aprender e o que aprendi foi… 

Eu, às vezes, gosto de estar sozinha. And that’s ok. 

Há pessoas que não conseguem estar apenas na sua companhia ou têm que aprender a estar sozinhos. And that’s ok, too. Somos o que somos! 

Mas eu estava a mudar a minha maneira de ser pelos outros. Eu gosto de vez em quando de ficar por casa sozinha, sem falar com ninguém, ou também ir a um café, sentar e ler um livro com o barulho das conversas de fundo. Não quero, simplesmente, estar com outras pessoas só para enfeitar. Não! Quero estar com outras pessoas porque é isso que eu quero, porque quero estar com essa pessoa em particular ou grupo de amigos porque me sinto bem ao lado deles e não simplesmente porque são um corpo presente.

Só porque estou sozinha não significa que não tenho amigos ou que não conheço ninguém, simplesmente, significa que escolho estar sozinha, eu e os meus pensamentos.
Sabem que mais? Não tem problema algum pois ninguém tem nada a ver com isso...  E esta, hein?

24 de outubro de 2016

Please don't make any sudden moves




All my friends are heathens. Take it slow
Wait for them to ask you who you know
Please don't make any sudden moves
You don't know the half of the abuse

All my friends are heathens. Take it slow
Wait for them to ask you who you know
Please don't make any sudden moves
You don't know the half of the abuse

Welcome to the room of people
Who have rooms of people that they loved one day
Docked away
Just because we check the guns at the door
Doesn't mean our brains will change from hand grenades

You'll never know the psychopath sitting next to you
You'll never know the murderer sitting next to you
You'll think, "How'd I get here, sitting next to you?"
But after all I've said
Please don't forget

All my friends are heathens. Take it slow
Wait for them to ask you who you know
Please don't make any sudden moves
You don't know the half of the abuse

We don't deal with outsiders very well
They say newcomers have a certain smell
You have trust issues, not to mention
They say they can smell your intentions

You'll never know the freakshow sitting next to you
You'll have some weird people sitting next to you
You'll think, "How'd I get here, sitting next to you?"
But after all I've said
Please don't forget

All my friends are heathens. Take it slow
Wait for them to ask you who you know
Please don't make any sudden moves
You don't know the half of the abuse

All my friends are heathens. Take it slow
Wait for them to ask you who you know
Please, all my friends are heathens. Take it slow
Wait for them to ask you who you know

Why'd you come, you knew you should have stayed
I tried to warn you just to stay away
And now they're outside ready to bust
It looks like you might be one of us


Nota: por acaso, não sou de todo fã de Twenty One Pilots mas esta música da banda sonora do filme Suicide Squad, está simplesmente, qualquer coisa... 

22 de outubro de 2016

Visitinhas: a Sofes e o Bilas



Durante a semana e fim-de-semana passado tivemos o prazer de ter um casal amigo connosco para mais uma Portuguese Tour. Que é sempre bom, mais não seja para colocarmos a conversa em dia, mas incluímos também uma ida aos estúdios do Harry Potter!

Apesar de já ser a quarta vez que vamos aos estúdios, sempre que vamos vemos uma coisa diferente... Não que a gente seja distraída mas porque eles estão sempre a incluir novas exposições ou então organizam eventos fantásticos. Desta vez, o comboio já estava incluído na exposição e devido a ser o 15º aniversário do primeiro filme, tinham bastantes demonstrações e adições alusivas aos pormenores do primeiro filme da colecção.

Só acho que os traumatizei um bocado com tanto que andámos, LoL. Até que a Sofes e o Bilas reforçaram a questão do meu part-time... o que me fez pensar que se calhar deveria incluir aqui no Reino pontos turísticos e cenas a visitar em Londres? O que acham?

20 de outubro de 2016

Thoughtless series


So, not only was he talented and ridiculously attractive, he was also one of those people who could run smoothly on very little sleep. That irritated me a little.

Fiquei um tanto quanto irritada depois de ler este livro da autora S.C. Stephens, era para ter lido a saga completa mas fiquei-me pelo primeiro. Isto porque já não suporto personagens femininas em que não são nada sem um homem ou um triângulo amoroso forçado.
Não estou para isto...

18 de outubro de 2016

Reading Challenge: update!


No ano passado, por volta desta altura, já estava a acabar o Reading Challenge... Contudo, este ano devido a não ter tido tanto tempo e muitas reviravoltas, não só o desafio está por terminar como estou com livros em atraso!

Vá, vamos a ver se consigo recuperar até ao final do ano...

16 de outubro de 2016

Lendas do Asfalto


Alguém me explique como é que nós como nação não estamos a financiar isto? É que só o nome é todo ele um tesouro! 
Eu até já tenho planos para os filmes seguinte… O "Lendas do Asfalto 2" podia ser com 4L's e o "Lendas do Asfalto 3" com Famel Zundappes e Casal! Pensem nisso e fica aqui a semente da ideia, LoL.

14 de outubro de 2016

Escuteiro, versão cesariana


Como já mencionei, o bloco das cesarianas é sempre uma animação... desta vez venho contar-vos uma situação que aconteceu durante uma das minhas noites. Tivemos uma grávida que, durante o trabalho de parto, de cada vez que puxava o bebé ficava aflitinho mas se a mãe não estivesse a puxar, ele estava lá feliz da vida. 

Algo se passava... e porque isto continuava a acontecer, a mãe foi submetida a uma cesariana de emergência. Quando o bebé sai cá para fora apercebemo-nos do porquê. 
É bastante comum alguns bebés terem o cordão à volta do pescoço (outro motivo para uma cesariana de emergência) mas esta foi a primeirinha vez de todo sempre em que vi o próprio cordão umbilical com um nó! 
Sim, o cordão tinha um nó em si mesmo... Pois claro, de cada vez que a mãe puxava o nó apertava, todo o oxigénio e alimento ficava cortado por momentos, daí o pobre bebé ficar aflito. 

 A equipa ficou parva a olhar para aquilo e das duas uma: ou o bebé é alto nadador e andou ali às fintas ao ponto de dar um nó no cordão; ou então é alto escuteiro e deu ali um nó cego só para mostrar os skills, LoL. 


 P.S. - Não se preocupem pois o bebé saiu perfeitamente bem e está fino! Devido a ter sido monotorizado o tempo todo, nunca se deixou o bebé verdadeiramente em risco.

12 de outubro de 2016

Stranger Things


Quem é que já viu a nova série Stranger Things? Aqui a vossa soberana ficou completamente rendida!
Já não ficava colada a uma série já há algum tempo... Aconselho vivamente, mais não seja pela nostalgia dos anos 80, eheheheh.

10 de outubro de 2016

8 de outubro de 2016

Del' Aziz


Quem me conhece sabe que por mim, era pequeno-almoço todo o santo dia! Comida de pequeno-almoço é simplesmente divinal, por isso, quando amigas minhas me informam que encontraram um sítio com um excelente pequeno-almoço... eu tinha que ir investigar.
O Del' Aziz além de ter comidinha boa de comer e chorar por mais, com uns bolos caseiros que parece que alimentam um regimento, tem uma atmosfera mesmo linda e fofinha!
Aprovadíssimo, eheheheh.

6 de outubro de 2016

The Problem with Forever


You have the power over that. People can say crap. They can think whatever they want, but you control how you feel about it.

De vez em quando, a senhora Jennifer Armentrout (uma das minhas autoras favoritas) escreve e lança livros standalone.

Este é um desses exemplos... que tem como tema a ansiedade, timidez e depressão, além de fazer uma análise ao sistema no que toca a crianças abandonadas e mal-tratadas. 
Li este livro depois de ter ficado desiludida com algumas sagas, então como estava meia paradita, decidi lançar-me à minha salvadora Armentrout que, felizmente, nunca desilude.  

4 de outubro de 2016

Fases da vida


Pode parecer um pouco cliché mas, a pura das verdades, é que passamos por várias fases da vida... Uma delas é quando temos que ligar à nossa mãe para aprender a lavar a roupa ou a mexer com a máquina.
Isso já aconteceu com o puto pois os nossos pais foram de férias no seu aniversário de casamento e ele chegou a um ponto em que tinha que necessariamente lavar roupa, LoL. Ó para ele todo crescido!

2 de outubro de 2016

Let them burn across your face



Now sunk in the horizon
We'll watch the hours go by
Fall and then arise again
I hear the darkness breathe

Sunk into the horizon
We'll watch the hours go by
Fall and then arise again
I hear the darkness breathe

Sunk into the horizon
Fall down

Let those tears come down
Let them fade away
Let them burn across your face
As you keep smiling inside
You cannot be afraid of your destiny
All the walls you've built around
Without me right by your side

One two three
The count of your lies
I can see right through your eyes
Read my lips
I cannot fix
All the broken things inside my mind
One two three breaking free
Turn another page and run away
Sick sick sick
No more tricks
Think about the mess you left behind

Sunk into the horizon
We'll watch the hours go by
Fall and then arise again
I hear the darkness breathe

As the sun comes down
Over your regrets
It takes time to heal the pain
But from the scars we will learn
We've been trying so hard
But it was too late
Now you shut the door behind
I won't be right by your side

One two three
The count of your lies
I can see right through your eyes
Read my lips
I cannot fix
All the broken things inside my mind
One two three breaking free
Turn another page and run away
Sick sick sick
No more tricks
Think about the mess you left behind

One two three
The count of your lies
I can see right through your eyes
Read my lips
I cannot fix
All the broken things inside my mind
One two three breaking free
Turn another page and run away
Sick sick sick
No more tricks
Think about the mess you left behind

Sunk into the horizon
We'll watch the hours go by
Fall and then arise again
I hear the darkness breathe

Sunk into the horizon
Fall down


 Nota: ainda do novo álbum de Lacuna Coil... está assim qualquer coisa!

30 de setembro de 2016

Síndrome do intestino fugitivo


Ao final de algum tempo a trabalhar como Enfermeira, pouca coisa me surpreende. Já vi de tudo um pouco... mas há uns tempos vi uma coisa pela primeira vez e que me fez sentir um verdadeiro arrepio na espinha.
Quando nos foi comunicado, no bloco de emergência, que íamos ter uma doente para cirurgia vieram dois cirurgiões-chefe: um de ginecologia e um de cirurgia geral. Para pessoal não-médico, é importante explicar que quando dois cirurgiões-chefe aparecem para o mesmo paciente, é quando sabemos que não vem dali coisa boa.

A doente vem, o anestesista coloca a mulher a dormir, coloca-se a doente na mesa de operações e vê-mos que da vagina da senhora está a sair... o intestino. 
Soube então, que apesar de raro, este é um dos riscos de uma remoção do útero... É com cada coisa!

28 de setembro de 2016

Visitinhas: o Tio e a Night


Durante uns dias, tive o prazer de ter a visita do Tio Heartless e da Nightwisha! Além de dizer que foi espectaculares tê-los por cá, mais não seja pela salada de hashtags, pelas sessões fotográficas super fashion e pelos vlogs falhados, LoL. Foi mesmo muito bom colocar a conversa em dia e rir que nem perdidos ao ponto de quase ter um ataque de asma!

Vá, não digo muito mais pois a Nightwisha vai fazer alto postão sobre a vinda às terras de sua majestade. Por isso, estejam atentos!

26 de setembro de 2016

Peruvian restaurant



Já há algum tempo fui experimentar um restaurante peruano... Além de ter comido imenso pois era óptimo, comi a sobremesa mais espectacular da minha vida, LoL.
Uma combinação das minhas sobremesas favoritas, pudim e bolo de chocolate... ai a dieta!

24 de setembro de 2016

La Mort


A La Mort é uma marca de novos designers que descobri em Camden e adoro tudo deles! Além de eles serem uns amores, contaram-me a história de como começaram e agora com algum sucesso, continuam super humildes, têm verdadeiras obras de arte.
É uma verdadeira desgraça para a carteira, digo-vos... LoL

22 de setembro de 2016

Conversas à mesa: o update, parte 2

Ora vamos então fazer um update às Conversas à mesa, que vou partilhando no facebook do Reino:

Na hora de ver um filme em família, eu pergunto se querem ver o "Batman vs Superman", ao qual o Pai diz:
- Batman contra o Superman, um contra o outro? Naaa, eu não quero ver um filme de homens a lutar de collants e com as cuecas de fora...
Depois ri-se da própria piada até que a Mãe interrompe a sua felicidade:
- Tu disseste isso e pensaste: nem acredito que tive uma saída tão inteligente!
BURN! LoL.


Aquele momento em que o Mais-que-Tudo me olha de cima a abaixo e diz:
"Estás um espantalho... um espanto do caralho!"Tem calma coraçãozinho, LoL.


Aquele momento fantástico quando o puto me pede para ouvir uma música que ele não tenha ouvido há algum tempo. Então coloco esta... ao qual ele diz: "Ena, que fixe música do século XX!"
Credo, como estou velha... LoL

20 de setembro de 2016

The pink gym


Coisa que mais odeio quando vou comprar roupas de desporto novas é ter que literalmente ou ter uma sorte enorme ou então pesquisar a loja de cima a baixo, para encontrar qualquer coisa que não tenha cor de rosa. 
Ok, povo, já percebemos que gostam de diferenciar, azul para meninos e rosa para meninas mas... por amor da santa! Não precisa de ser tudo cor de rosa! 
Que tal arranjarem roupa de ginásio para mulheres que não gostam de rosa, hein? Sim? Façam lá o obséquio.