5 de setembro de 2011

Polaridade negativa

Costuma-se dizer que as pessoas que nos rodeiam reflectem quem nós somos... Isto preocupa-me. Pois, se nós acabamos por atrair pessoas desequilibradas, poderá haver algo em nós que reflecte esse desequilíbrio?
Teremos algo estragado em nós que faça com que essas mesmas pessoas, também elas estragadas, se colem a nós (qual íman poderosíssimo), desviando-nos de nós próprios ou daquilo que queremos. Mas como poderemos mudar a nossa polaridade, re-equilibrarmo-nos, se essas pessoas nos continuam a lembrar que somos material estragado...?

24 comentários:

Farruskinha disse...

Não acredito nisso, acho que cada um é como é!! E sinceramente o melhor é não pensar como tu dizes, porque se não os porquês vão surgir e não obteremos respostas

Ricardo disse...

(e provavel que o comentario apareca repetido, porque me costuma acontecer isso quando comento via telemovel.) Podes seguir outra logica tambem. Os polos negativos atraem polos positivos e vice versa. Conheço muita gente que se rodeia de pessoas totalmente dissonantes da sua personalidade. Nunca fui muito por essa frase do "diz me com quem andas...". Eu tenho tendencia a atrair pessoas hipocritas, quando e coisa que nem a forçar consigo ser.(e provavel que o comentario apareca repetido, porque me costuma acontecer isso quando comento via telemovel.) Podes seguir outra logica tambem. Os polos negativos atraem polos positivos e vice versa. Conheço muita gente que se rodeia de pessoas totalmente dissonantes da sua personalidade. Nunca fui muito por essa frase do "diz me com quem andas...". Eu tenho tendencia a atrair pessoas hipocritas, quando e coisa que nem a forçar consigo ser.

Manuela disse...

Querida Corina, não acredito muito nesta teoria. Acho que é mais ao contrário : essas pessoas vêm ter connosco porque somos equilibradas! Será?! ;)

Sónia disse...

Há um desequilíbrio em todo o homem :), essa teoria não me parece a mais correcta!(:

Any =D disse...

Não consigo. Acho mesmo que vou recuar :S

*Nightwish* disse...

Vou arriscar a dizer que não percebi lá muito bem a ideia. Mas é claro que somos nós que escolhemos os nossos amigos. Se há lá pelo meio um lobo mau em pele de cordeiro, isso já é outra história. E desde que o dito não nos dê uma valente trinca, isso é o de menos.
Bjs*

Just Me disse...

Enlouquecem mesmo, mas até fortalece a nossa relação com a outra pessoa...
Não sei se acredito muito com o facto que mostras no teu post.
Concordo com a Sónia.

Heartless disse...

Sinceramente nao acho que isso seja assim. Uma pessoa que atrai outras pessoas, não escolhe as que atrai ou seja, quando vem o bom, tambem vem o mau.

creature ツ disse...

Obrigado :)
Gostei , sigo :D
**

creature ツ disse...

Eu nao acredito nisso, pois acredita que conheço e tenho amigos das mais diversas personalidades, e adoro :)

Lacorrilha disse...

Acabaste de me chamar maluca. Eu só atraiu gente maluca, pá. E muito.

PinkEmotions disse...

É um assunto polémico, mas não acredito que seja bem assim. Podemos atrair as mais diversas pessoas, sejam elas iguais ou diferentes de nós.

Ju disse...

Sinceramente, não quero acreditar nisso. Beijinho :D

Afal disse...

Eu prefiro pensar que se atraio pessoas desiquilibradas (e não são nada poucas), é porque sou boa ouvinte e geralmente tenho bons conselhos prontos a serem oferecidos se forem pedidos. Claro, todos nós temos aspectos na nossa vida que se calhar podiam estar melhor, mas isso não significa que estejamos num estado tal de desiquilíbrio que só nos sintamos bem/mal ao lado de pessoas como nós ou piores.

Miúda disse...

Nem quero pensar que isso seja verdade... porque começo a pensar que tenho um ligeiro desiquilibrio, uma vez que ultimamente so gente maluca e desiquilibrada me tem aparecido a frente...

Patrícia disse...

Sinceramente, acho que todos temos coisas boas e coisas más. Às vezes atrair pessoas desequilibradas pode ser só uma fase.

Martinha disse...

Custa-me um bocado a acreditar que isto seja verdade. Mas também não nego que a companhia de certas pessoas possa reflectir certas influências no nosso carácter.

asofiacbranco. disse...

quer queiramos quer não, faz-nos sempre falta*

Catiiiii disse...

Não necessariamente . Eu cá penso que muitas vezes também há pessoas que se juntam a elas , por as admirarem , e não por se verem reflectidas nessas pessoas :b

Catiiiii disse...

Ohh , não é preciso agradeceres , menina Corina . Disse isto , porque acho que é verdade , pelo que vejo das reacções de algumas pessoas +.+ Sê quem tu sempre foste e quem tu és . De certeza que todos gostam de ti assim x) *

O blog da S. disse...

Querida Corina,
Também já tive esse iman malandro. Agora parece ter passado. Eu penso que a culpa também era minha, porque me punha na situação de ajudar demais. E a pessoa quando ajuda mt os outros normalmente ajuda-se pouco a ela mesma.
Beijoca.

Tanita disse...

Não penso que seja assim, sou mais a favor de que os opostos se atraiem.

Vanessa disse...

Não concordo com isso ! Tu és o que és, não são os outros que te definem .

VP disse...

Concordo com que a Vanessa disse! Cada um desenha o seu esboço, a sua imagem. Podes ser influenciada, isso é certo, mas isso caberá a ti se preferes seguir esses caminhos!