23 de setembro de 2011

Presente

Nada como colocar a nossa vida em perspectiva para sabermos o que queremos dela: o que vou fazer? Quais são os meus objectivos? Quais são os meus obstáculos? Qual é a minha motivação?
Estou a tentar fazer de tudo para que as coisas andem para a frente e não para ficarem no mesmo sítio... Então porque é que tenho a sensação que estou a tentar mover uma bigorna? Nada se mexe! Tudo permanece imóvel apesar de eu fazer birra, espernear ou gritar.

Até que me apercebo: o facto de eu fazer birra, espernear e/ou gritar, não vai fazer com que a bigorna se mova, só faz com que perca energia. Então sossego, fico quieta e reservo as minhas forças para o momento crucial, para o momento em que vou ter tudo e mais alguma coisa para mover essa maldita bigorna... Até um camião se for preciso!

11 comentários:

Afal disse...

E assim começas a ser como eu. Sempre ouvi dizer que devagar se vai ao longe ;)

'Deiaaa ★ disse...

Nem mais, concordo :)Com calma tudo se consegue :)

Beijinhos

Heartless disse...

Não dá para acelerar o que não mexe

Lacorrilha disse...

Não vamos lá com birras, mas com seriedade. Vais conseguir mover essa maldita bigorna no momento certo, tenho a certeza.

Marcos de Sousa disse...

O problema é a que às vezes a gente não quer mover essa bigorna.

Beijos

Corina de Oliveira disse...

@Marcos de Sousa - que não haja dúvidas, eu quero MESMO mover essa bigorna!

Messias Daniel disse...

bem esse seu texto me lembra de uma historia de um cara que tinha q empurra uma enorme pedra depois de mt
tempo ele se cansou e começou a reclamar ...
moral da historia ele n tinha que mover a pedra aquilo era pra ele ficar + forte

Sara Grilo disse...

Com o tempo as coisas começam a avançar :)

Não estou? Tenho dois assassinos, imensos bipolares e distúrbios de personalidade... É considerado o serviço com os doentes mais graves do país lol

Lau* disse...

É como já disseram com calma tudo se consegue...tentar dar um passo maior do que a perna não resulta. Se conseguirás mover a bigorna? Não tenho qualquer dúvida disso. Não te conheço? Não, pessoalmente. Mas pelos teus textos tenho uma opinião delineada...o que me faz concluir que moverás essa bigorna mais rápido do que pensas. Tens é de encarar tudo de frente e não com birras.

Pacience ;) Beijinho =)

Turista disse...

Querida Corina, magnífica opção! Realmente se concentrares as tuas energias, para o momento adequado, sairás vencedora. :)

*Nightwish* disse...

Chama o pessoal todo e pode ser que juntos consigamos mover a bigorna. Ela não há-de ficar aí para sempre ^^
Bjs*