14 de maio de 2012

A primeira ida a Portugal


Tenho tanta coisa a dizer sobre a nossa primeira ida a Portugal, que vocês nem imaginam! Em primeiro lugar, tenho que reforçar que ninguém sabia que íamos a Portugal, ninguém à parte da minha mãe que soube só quando nos veio visitar ao UK. Quando chegámos foi muito engraçado ver as expressões de surpresa e incredulidade! Mas vamos por partes… 
Foi muito estranho o caminho de volta à Bila porque apesar de a minha vida toda ter vivido naquela terrinha, ter crescido, ter estudado lá, sentia que não estava a regressar a casa pois agora a minha casa é no UK. Muito estranho pois passaram-se apenas 2 meses desde que chegámos e já sinto que este é o meu ninho. 
Essa foi a segunda parte estranha, quando as pessoas me perguntaram há quanto tempo já estava no UK, deu-se uma iluminação em mim, ou seja, dei por mim a pensar: fogo, já estou lá há 2 meses
Quando chegámos à Bila, começando a matar saudades do pessoal, de sítios, etc. Tivemos outra sensação estranha de que nós estávamos diferentes pois tanto se passou nestes últimos meses, quando na verdade tudo permanece igual na Bila. Um bocadinho surreal, para falar verdade.
Em suma, a primeira visita à Bila como emigras (sim, porque os meus amigos fizeram a questão de não me fazer esquecer de tal facto) teve um saldo muito positivo, foi muito bom matar saudades das pessoas, dos meus animais e até das francesinhas! Só deu para me fazer ver mais que estou muito divida: metade do meu coração em Portugal e metade no UK. 

Agora já de volta à nossa casinha e depois de um dia de limpezas, vou mas é dormir, que amanhã é dia de trabalho!

9 comentários:

SukiB. disse...

Agora depois de ler isto também pensei "Realmente já se passaram dois meses"... não parece nada, o tempo passa a voar.
felicidades :)

Heartless disse...

Se calhar vocês têm uma noção temporal diferente da minha :P Anyway, descansem que viajar
tambem cansa

Mia Purpurina disse...

bem vinda again :D

Alfacinha de Portugal disse...

Vou fazer um comentário de PURA IGNORÂNCIA (assumida, nem vou pesquisar para evitar a bronca). Como não faço ideia qual é o aspecto de uma francesinha (sei apenas que é lá do norte) e partindo do pressuposto que a ilustração do post é relativo ao seu conteúdo, então digo: essa francesinha tem um ar muito britânico!
Digam o que disserem, a nossa gastronomia é excelente e o maior contra de ser emigra é que temos de nos privar dela...

:O

Zoana disse...

Eheheh!
è sempre bom voltar às origens ;)

O blog da S. disse...

Hum tão bom! Francesinha!

*Nightwish* disse...

Deve ser mesmo muito estranho, é quase como se fosse outro mundo agora, apesar de terem lá passado a vida quase toda. Já sei o que me espera um dia quando também for "emigra" (mas já agora, não vieram para aqui falar UKeiano só para meter nojo tipo avec's, no?! =P)
Bjs*

Katia disse...

já passaram 2 meses????
meu Deus como o tempo passa msm a correr. Eu tb não tinha essa percepção.
Acredito que agora estejas metade ai metade em Portugal mas a vida é msm assim.
Bjs* e tudo de bom

Um Chá, um Livro e um Orgasmo disse...

Acho que o Miguel ficou especialmente contente com a parte de matar saudades das francesinhas!
Ainda bem que te sentes em casa no UK, mostra que te adaptaste bem e te sentes bem aí!
Mas nunca te esqueças de nóooooos!
beijinhoo *