2 de outubro de 2013

As saudades da vida académica



Estava a evitar ao máximo não fazer este post mas já se está a tornar ridículo não o fazer... A razão pela qual estava a evitá-lo é porque vai-se tornar obviamente num post saudosista e do género no-meu-tempo-é-que-era-bom. 
Tenho imensas saudades da vida académica. Ponto
Eu cresci rodeada pela vida académica, quando entrei na universidade fiz por tentar viver o espírito académico ao máximo e apesar de esse tempo já ter passado, tenho saudades de sentir o peso da minha capa nos meus ombros, ver uma serenata, ver praxes e praxar… 
Quando via este tipo de comentários ou posts aqui na blogosfera, pensava, na altura, que isso para mim ainda estava longe, que ainda faltava muito tempo… Mas o que é certo é que os meus 5 anos de universidade passaram a correr e quando me apercebi já era finalista a chorar baba e ranho na missa de Bênção das Pastas. 
Por isso o meu conselho a todos os que iniciaram a sua vida académica ou que estão a meio dela ou que vão acabar este ano: vivam ao máximo o espírito académico e se souberem o que isso implica, deixem-no semeado nos caloiros, nos colegas (colegas são as P****), etc. porque infelizmente está-se a perder o grande espírito académico. 
Aproveitem porque o tempo passa a correr, depois terão outras responsabilidades e vão começar a olhar para esses anos como os melhores anos da vossa vida!


Nota: foto de há séculos atrás, LoL.

5 comentários:

O Blog da S. disse...

Por acaso eu também tenho... :)

TimTim disse...

tens toda a razão, é viver ao máximo a vida académica, pois 3 anos passam mt rápido

Andreia Morais disse...

Concordo! O tempo passa a voar e quando damos por isso já estamos a deixar mais este caminho para trás. Às vezes dou por mim a pensar que parece que ainda ontem tinha entrado na faculdade e era caloira e hoje estou quase a sair. Por um lado é bom, mas por outro é ligeiramente assustador e começa a deixar saudades

Beijinhos*

Rita disse...

Não são colegas, são partners, colegas são as putas!!!
A ver se vens fazer uma visitinha à nossa praxe :)

Petite blonde disse...

Sem dúvida que são os melhores anos das nossas vidas, anos em que ainda estamos livres das verdadeiras responsabilidades da vida de adulto! Também tenho imensas saudades :)
Um beijo.