30 de maio de 2014

A histeria do Kindle


Aquele momento em que quase salto paredes de felicidade, quando descubro uma maneira de ter livros gratuitos no meu maravilhoso Kindle, ficando assim com uma biblioteca de mais de 500 livros para ler...
Obrigada Arkangelicus, pela dica! 

Aproveito também para fazer um post sobre as perguntas mais frequentes quando digo que tenho um Kindle.

Como já devem ter percebido, o Kindle é um e-reader ou leitor electrónico e independentemente do que eu diga aqui, nada vai mudar a importância dos livros tradicionais. Aliás, eu era uma das pessoas mais renitentes a aderir a este gadget, no entanto, após o Kindle me ter vindo parar às mãos, nunca mais o consegui largar! 

Uma das perguntas mais frequentes é o modo de leitura, porque os olhos ficam cansados, não podes ler enquanto está sol directo, etc. Contudo, o Kindle tem a tecnologia E-Ink Display, que faz com que o ecrã seja completamente diferente dos LCD displays dos tablets e telemóveis, fazendo com que o texto seja lido apenas com luz exterior e podendo também ser lido com luz directa, tal e qual como um livro normal. O Kindle que eu tenho que é a versão Paperwhite, introduz uma luminosidade directamente para o ecrã, ao contrário do resto dos gadgets do mercado que a luz provém atrás do ecrã. Podendo assim a pessoa ajustar a luminosidade conforme a luz do seu meio ambiente em que se encontra para que não possua reflexos e não se force a vista. Além de que dá para ajustar o tamanho de letra, o que não dá para fazer num livro tradicional… 

Uma das grandes vantagens de um Kindle é a leveza do aparelho. Pois imaginem andar com um calhamaço do género Game of Thrones na vossa carteira ou mala! Em vez disso, andas com um aparelho do tamanho e peso de um caderno A5. Outra das perguntas mais frequentes é a bateria, porque eventualmente alguém irá dizer: os livros tradicionais não precisam de ser carregados. Totalmente verdade, contudo a bateria de um Kindle dura um mês! 

Claro que depois o Kindle tem aquelas funcionalidades todas xpto, do género, podes adicionar notas, marcadores, tem informações no rodapé de percentagem já lida e guarda sempre o local onde se parou a leitura. Além disso tem uma funcionalidade que me ajudou (e ainda ajuda) quando comecei a ler mais intensivamente em inglês pois o Kindle tem vários dicionários integrados, por isso se eu não souber o significado de uma palavra, basta clicar nela que me aparece me aparece instantaneamente uma definição da mesma.

Como qualquer gadget, o Kindle também tem memória e pode parecer que 2 gigas de espaço não dá para quase nada mas, na verdade, isso dá para quase 2000 livros! Infelizmente não tem a possibilidade de se poder expandir a memória, contudo acho que mais de mil livros é capaz de ser suficiente, LoL. E é precisamente isso que eu mais gosto do Kindle, os meus livros andam sempre comigo, ou seja, eu nunca fico sem um livro para ler. Vou de férias, levo o Kindle e é como se levasse uma mala só para os meus livros! 

Isto leva-me a outra enormíssima vantagem de ter um Kindle. Já tinha mencionado ao longo do tempo e quando comprei este gadget que os preços dos livros são bastante inferiores aos dos preços dos livros tradicionais, já para não falar dos livros em Portugal! Além claro de ter feito a descoberta do download gratuito de livros electrónicos, que faz com que agora tenha uma verdadeira biblioteca no meu Kindle.

Acho que dá para perceber que para esta leitora compulsiva, o Kindle foi a melhor coisinha que podia ter comprado! Claro que os livros tradicionais terão um lugar especial no meu coração mas agora não vou a lado nenhum sem o meu maravilhoso Kindle...

10 comentários:

Heartless disse...

Concordo contigo em tudo. Eu tenho um Kobo, e com excepção na bateria (que de acordo com as estatísticas, dura 3 semanas sem carregar (o qual eu duvido um bocadinho)) todo o resto é igual.

Adoro o dicionário do Kobo. Apanho sempre palavras que nunca encontrei antes.

No entanto, isto não me impede de ler livros físicos... simplesmente posso ser mais selecto e comprar apenas aqueles que realmente quero ter. Além disso, os livros que ue quero ler raramente são editados para Português :P

Qualquer coisa que ajude alguém a ter mais livros e a ler mais é sempre bem vindo. Não precisas de agradecer. Qualquer coisa, avisa :)

Miss Purple disse...

Por acaso também já ponderei comprar um, mas sentir ali as páginas...não sei !

JS disse...

No verão passado comecei por descarregar alguns livros em PDF, no tablet e até nem desgosto. O problema é conseguir boas traduções em português.pt
O que mais há são traduções em português.br, muitas vezes péssimas traduções.
Estou a falar de downloads gratuitos. :)

Blackbird disse...

Ando a namorar um Kindle há imenso tempo mas como não me faz muita falta ainda não comprei :)

*Nightwish* disse...

Eu cá não tenho disso. Seria muito bom eu poder ler no comboio ou no autocarro... mas eu enjoo mais que uma grávida quando estou em andamento --'
Como só consigo ler em casa, acabo por ler os poucos livros que tenho para aqui em formato digital no pc. Já sei que não é a mesma coisa, mas dá para o gasto. Reconheço todas as vantagens que um e-reader, mas simplesmente para mim é coisa que não faz falta. Cheguei a levar o Kobo do Heartless para as aulas da ordem duas ou três vezes, porque precisava levar uns docs. para consultar na aula, e assim não precisava imprimir. Mas o Moço delira, lá isso é verdade =) *****

Til disse...

Eu também queria um kindle :(
Que inveja...

Til disse...

Eu também queria um kindle :(
Que inveja...

TimTim disse...

mesmo assim, tenho dúvidas xD

Ana Garcês disse...

Também tenho um Kindle e foi uma das melhores coisinhas que comprei!
Eu já tenho tipo 600 livros no bicho, ou seja, nunca os vou conseguir acabar nesta vida!

Briana disse...

Tenho que pensar neste investimento para o futuro..
R. Sim o Matt Dallas (kyle XY) é gay.. fiquei mesmo traumatizada quando descobri.. ainda bem que foi só no final de eu ter visto a serie..