8 de junho de 2015

Discovering: Transylvania

Antes de vos mostrar os pontos-altos das nossas aventuras, tenho a dizer-vos que Transilvânia me estragou em termos turísticos por ser tão espectacular e linda! A circulação na Roménia torna-se fácil quando o romeno tem uma grande base de latim, então conseguíamos ler bastante bem mas percebê-los era outra conversa... O que ajudava era o facto de quase toda a gente ter uma noção de inglês, por isso não havia grandes falhas de comunicação.


A nossa primeira paragem pela Transilvânia foi o Mosteiro ortodoxo de Sinaia. Cheio de história, pinturas lindas e relíquias! Lindo e não é muito difícil de lá chegar. 
De seguida fomos almoçar a Brasov que foi o local perfeito para um almoço típico romeno, que diga-se de passagem a gastronomia dos romenos é bem boa!

 

O tal momento em que imediatamente colocou a Transilvânia nos píncaros em termos turísticos para mim, foi este... O momento em que visitámos o Castelo Peles. Peço desde já desculpa mas não tenho fotos que façam justiça a toda aquela paisagem que me tirou o fôlego... Um castelo de estilo austro-hungaro no meio de um vale coberto por milhares tons de verde. Não tenho mais palavras... e se eu pensava que não podia ficar melhor, depois entrei dentro do Castelo. Sendo esta residência uma residência de verão (ainda usada pela monarquia romena), só podia mostrar ostentação mas nada fazia esperar salas e salas cheias de materiais raros importados, obras lindíssimas e um cuidado religioso com o Castelo em si (não podíamos tirar fotos com flash e tínhamos que entrar com um calçado próprio).


Claro, ir à Transilvânia e não ir ver o Castelo do Drácula é a mesma coisa que ir a Londres e não ver o Big Ben! O Castelo de Vlad Tepes foi construído a partir de uma fortaleza, então não mostrava a ostentação do Castelo Peles, que mencionei antes. Tem uma vista maravilhosa pois tal como uma fortaleza tem uma vantagem estando lá no cimo. E tenho a dizer-vos que não saí das imediações do Castelo sem ir beber à fonte do Drácula... Mas de momento ainda não senti nenhuns sintomas de imortalidade, LoL.

18 comentários:

Briana disse...

Se calhar já estás imortal e não sabes?? Viste drácula?? supostamente é imortal deve andar por lá.. Ou será que alguém já o matou?? hum..

As fotos estão giras, fiquei imensamente curiosa, acho que vou ter de adicionar este local aos meus futuros destinos..

FME disse...

Looool que divertido :D fiquei super curiosa

Catarina Gomes disse...

não viste por lá nenhum vampiro jeitoso ? :p

R: só tens férias em outubro querida ?

Diana Fonseca disse...

Que sítios lindos.

Tim disse...

mas tu só passeias por sítios do caraças :P e sim preciso de espaço nas prateleiras

P' disse...

Ai que lindo! Quem me dera conhecer mais deste mundo!

Rita disse...

R: São de prata:)

Andreia Morais disse...

Que máximo :D

Kelda disse...

Quee giro!! Estou cheia de inveja 😜

Uma rapariga, Duas casas disse...

Parece um local espetacular. ViAJAR é sempre tão bom. Adorei o teu blog. Vou seguir

Claudia Rodrigues disse...

Deve ter sido uma excelente viagem :p

Teresa Silva disse...

Eis um local que eu adorava visitar! deve ser lindo!

Bjxxx

A. disse...

Que sítio lindo lindo :)

Janny disse...

R: Obrigada pelo teu comentário positivo :) Acho que assim já as vou usar mais vezes :)

Daniela Silva disse...

Esse castelo deixou-me com vontade de passar por lá...

Anna Paula Secco disse...

Amei as imagens, uouuu vampiros rs
Blog da Joanna

Patrícia disse...

Aii que liiindo! Ok, tenho de lá ir!

Nea* disse...

Juro que adorava conhecer a Transylvania! Tem qualquer coisa que me atrai!