12 de outubro de 2015

Doctor's Strike


Ora bem vou falar em algo que está a ter imensa polémica no UK. A greve dos médicos! Sim, vocês leram bem à primeira... os médicos no UK estão a fazer greve.

Será difícil explicar em poucas palavras mas, para vos situar e resumindo bastante, digo apenas que o NHS funciona de maneira diferente, principalmente no que toca aos médicos. E a razão desta greve deve-se em maioria ao facto de o governo estar considerar a cortar 20 a 30% do ordenado deles... Pois querem cortar aos fins-de-semana, noites e oncalls. Então obviamente, eles mobilizaram-se e organizaram uma greve de médicos. 

Diga-se de passagem que desde que estou no UK (que já vai fazer 4 anos para o ano) as únicas greves que vi, anunciadas, foram as do Tube, de resto nunca vi greves neste país. Mas, na verdade, quando saiu nas notícias que esta medida ia ser lançada, eu era a primeira a dizer aos meus colegas médicos: Façam greve! Oponham-se! Revoltem-se!
O meus colegas enfermeiros, ao final de algum tempo me perguntaram porque estava tão empenhada na luta deles... A resposta é simples. Se num país em que nos cortes na saúde, os primeiros afectados são os médicos, quem é que vocês acham que vão ser os próximos a ser afectados? Os enfermeiros, claro.

Já por si fiquei admirada por não terem sido os enfermeiros os primeiros na linha do fogo... por isso há que incentivar o pessoal!

18 comentários:

Tio Heartless disse...

Greve nisso! Espero sinceramente que dê frutos, ao contrário daqui que é muito fácil contrariar o efeito de uma greve. Despedem uns quantos que foram pró-greve, contrato outros quantos (normalmente menos) a mais baixo preço, E se houver falta de gente, as culpas são das pessoas que não querem trabalhar.

Obviamente que o acima referido nota-se noutras áreas. Não tenho a certeza sobre a área da saúde cá na Tugalândia, mas acho que está pelas horas da morte.

Mellia disse...

Acho que fazes muito bem!

R: Super querido :)

Lúcia Sousa disse...

Espero é que obtenham resultados dessa greve :)

C. disse...

Aqui nao funciona assim :) e ainda bem!

Mérida disse...

infelizmente já não está, mas podes sempre visitar a minha página no facebook :) é só pedires se quiseres :*

Mérida disse...

infelizmente já não está, mas podes sempre ver a minha página do facebook :) é só pedires :*

Mérida disse...

infelizmente já não está, mas podes sempre ver a minha página do facebook :) é só pedires :*

Aaminah disse...

aí começam a cortar logo por cima... mas acho bem que se oponham

depoisdosvinte e dois disse...

Estou a ponderar ir para UK, e preciso mesmo de uma opinião de quem lá está há algum tempo. Posso enviar-te um mail com algumas duvidas, tipo muitaaaas e respondes quando tiveres algum tempinho?
Beijinho

C. disse...

Já respondi, linda :) *

Tiara disse...

A uniao Tem de fazer a força mas nem sempre isso acontece, n podem é desistir de lutar pelo que esta certo, pelo que se acredita <3

mysupersweettwenty disse...

Que chato e que abuso! Espero que não chegue a ninguém, nem médicos nem enfermeiros...

Ricardo M.B.B. disse...

UK anda a cortar salários?! o.o E eu pensava que a crise não afetava UK e semelhantes. =P Bem, boa sorte com a greve ao teus amigos médicos! E que não façam cortes aí nos enfermeiros!

P.s.: Eu acho que nunca vi uma greve dar resultado, acho...mas não tenho a certeza =P

Andreia Morais disse...

Está mesmo mau :x

*Nightwish* disse...

Acho bem que os incentives =) Para além de ser perfeitamente óbvio que, depois dos cortes nos médicos, os enfermeiros venham logo a seguir, não é menos verdade que, havendo os ditos cortes, o nível de qualidade de cuidados de saúde desça, assim como a disponibilidade dos médicos, o que vai fazer com que a dos enfermeiros tenha que subir. Afinal, mesmo que nem divisões diferentes, estão todos no mesmo barco.
****

Fiacha disse...

Ois,

nada como lutarem pelos seus direitos, apoiado :)

Simple Girl disse...

Espero que consigam aquilo que querem :)

J-o-a-n-a disse...

Aqui fez-se uma greve há pouco tempo.
Mas de pouco serviu.