4 de fevereiro de 2017

O regresso da Inquisição



Não sei se os meus queridos súbditos sabem mas a primeira foto ficou viral pois é o senhor Presidente dos EUA, juntamente com o seu comité que podem também ver na foto, que logo no primeiríssimo dia de mandato assinaram uma lei que proíbe o governo de financiar grupos pró-aborto no exterior.
Obviamente qualquer decisão que envolva o tema aborto, vai ser mediática. Toda a gente sabe disso pois é uma decisão extremamente subjectiva: nem todos temos as mesmas crenças, nem todos temos a mesma cultura, nem todos temos a mesma experiência, etc.

O que tornou esta fotografia viral foi o facto de um punhado de homens (e todos da mesma cor de pele, que num país tão diversificado não deixa de ser também interessante) estar a tomar decisões sobre o corpo da mulher. A não ser que um deles tenha uma vagina ali escondida, eu estou de acordo que esta foto ficou viral pelas piores razões.
Quando vi a foto pela primeira vez sabendo do que se tratava, fez-me lembrar aquelas fotos da Inquisição, onde um grupo de homens (curiosamente, também tudo da mesma cor de pele) a decidir como as mulheres devem ou não gerir a sua vida, sem sequer tem a sua opinião em conta.
Mas já não estamos no século XVI, o papel da mulher mudou, evoluiu de tal forma que agora nós temos uma voz! A "Marcha das Mulheres" por todo o mundo, não só nos EUA, acho que mostrou isso mesmo. 

Estamos fartas! E acho que o discurso da Ashley Judd que deu voz às palavras de uma rapariga de 19 anos, diz tudo e mais alguma coisa... Porque é que há diferença salarial entre homens e mulheres? O trabalho não é o mesmo? Porque é que produtos essenciais femininos ainda são taxados como se fossem produtos de luxo? Mas os produtos para homens não o são?

Contudo, se vamos contra esta onda de machismo do patriarca, somos um falhanço e vergonha de mulher... Até mesmo qualquer homem que se junte à causa é considerado um traidor. Porquê? Mas porquê?! A verdade é que somos todos responsáveis, não só nos EUA (que apesar do que digam a política deste país dita muito a política global) mas nas nossas casas também.
Agora somos capazes de criticar muito livremente a sua política pois um verdadeiro palhaço está sentado numa posição de muito poder... A verdade é que podemos é aproveitar, para além de criticar as escolhas dele, olhar para as nossas primeiro: serão as nossas leis muito melhores? Será que protegemos as nossas mulheres melhor que aquele circo nos EUA? Será que temos em consideração o seu trabalho árduo aquando na altura de receber o salário?

Será que somos assim tão diferentes? É assustador pensar isto, eu sei... Mas tem que ser!

12 comentários:

Ana Raquel disse...

Realmente! :(

Olivia disse...

Desculpa mas eu detesto esse homem, desde o primeiro dia.

As Coisas Dela disse...

Ainda não sei como conseguiu ganhar as eleições!

Andreia Morais disse...

É verdade, temos que analisar tudo isso!

Cátia Rodrigues disse...

Tens tanta razão querida :\

THE PINK ELEPHANT SHOE // SORTEIO DE UM PERFUME ‘BLUE WONDERS’ NO FACEBOOK //

Ana Araújo disse...

Não sei como é que os americanos votaram nele!
Beijinhos
Ana & The Blog | Facebook

Liberdade Negra por Mariana Liberdade disse...

oh pah eu também vivo no reino unido, e já te estou a seguir no GFC para nao perder os teus posts

eu sou pro e contra o aborto

sou a favor porque toda a mulher tem o direito de escolha, é o seu corpo e nenhum espermatozóide pode ditar o contrário, por isso vivemos num mundo livre, e a mulher é um ser livre quer esse monte de m**** acredite nisso ou nao

mas sou completamente contra a mulheres que fazem disso metodo contraceptivo e conheco algumas mulheres assim...

ha muitos metodos contraceptivos e o aborto não é um deles!!!

beijinho

http://sramliberdadenegra.com/

no one disse...

Ele não fez mais do que agir em autodefesa. Se o aborto fosse legal, provavelmente muitos daqueles senhores não estariam ali. eheheh

Cris Loureiro disse...

Quando muitas vezes são as próprias mulheres que se rebaixam e submetem a tiranias de companheiros, a injustiças laborais, a desprezos culturais, muitas vezes achando que isto é tudo normal... quando muitas vezes recriminam as outras mulheres que se revoltam e lutam e são chamadas, no mínimo, de femininistas, quando apenas querem valer-se dos seus direitos... sim, de facto há muito em que pensar e a era Trump é apenas a caricatura do mundo actual, infelizmente...

Beijinhos
Cris
http://avidanoatemdeserperfeita.blogspot.com

Love Adventure Happiness disse...

A disparidade salarial é universal! Ele é um palhaço, narcisista e machista e falas bem mas na Rússia despenalizaram violência doméstica, viste?
Ou seja, ele é péssimo e infelizmente há mais como ele e temos de lutar para que eles não ganhem mais terreno!

Catia Ferreira disse...

Desde que ele se sentou naquela cadeira que o mundo tem vindo ao ruir aos bocados. O que mais me assusta é que realmente há pessoas que o apoiam e não me cabe na cabeça isso. Faz-me imensa confusão. Tudo o que ele está a fazer é horrível. O Trump e o Putin que a partir do momento em que assinou uma lei que diz que violência-doméstica deixa de ser crime na Rússia faz-me perder toda a crença de um mundo melhor.

Cátia ∫ Meraki

Avelã disse...

Nunca pensei que em tão pouco tempo houvesse tantos retrocessos, é incrível e muito mau. Tens razão, a foto tornou-se viral pelos piores motivos...