17 de janeiro de 2018

As primeiras

Aqui, no UK, os bebés têm a sua primeira consulta com o médico às 6 semanas. Antes disso, como mencionei no post "Depois do grande dia..." é acompanhado pela midwife e pela health visitor. Portanto, às 6 semanas lá fui com o Príncipe à consulta que por sua vez é uma consulta conjunta: serve tanto para examinar o bebé como avaliar a mãe no pós-parto.
O Príncipe foi examinado pela médica e está tudo normal. É engraçado como ficamos ansiosas por saber o peso de alguém... neste caso do nosso bebé. Para uma mãe que está exclusivamente a amamentar é extremamente bom ver o peso do nosso bebé a aumentar, dando-nos força para continuar a dar a mama, que é o melhor para os nossos pequenos.

Aqui no UK não é preciso esperar pelas consultas para saber o peso e o desenvolvimento do bebé. A partir do momento em que deixamos de ter as visitas domiciliárias da midwife e depois da health visitor, tem também centros onde há aulas, grupos e clínicas onde podemos levar o bebé para ser avaliado... as vezes que quisermos. Se queremos todas as semanas, vamos todas as semanas e nem é preciso marcação. Vejo um grande apoio aqui no UK para haver uma continuação em amamentar mas isso é assunto para outro post.

A médica na consulta pergunta também então sobre a amamentação, sobre a nossa recuperação física e faz bastantes perguntas a nível da nossa saúde mental, pois como já mencionei antes, os baby blues têm que ser vigiados para que não se tornem numa depressão pós-parto.

Após essa consulta, às 8 semanas os bebés têm as primeiras vacinas. E meu Deus... eu como profissional de saúde sei perfeitamente como os bebés reagem, o que fazer, os sinais a vigiar, etc mas como já vos disse, o meu Eu-enfermeira e o meu Eu-mãe não se comunicam entre si. Nunca tinha visto o meu Príncipe a chorar daquela forma e mesmo depois durante o dia passou cheio de dores e com febre. Ainda não tinha visto o meu pequenino doente... e que dor no coração!

Sei perfeitamente o quão importantes são as vacinas e sei que é para o bem dele mas tenho a dizer que não gostei nada da experiência. Coitadinho, ainda por cima foram logo 4 de uma só vez!

8 comentários:

As Coisas Dela disse...

Acho importante esse tipo de acompanhamento por parte dos profissionais. Acredito que o coração de mãe sofra sempre ao vê-los chorar, mesmo quando se sabe que é o mais importante a fazer. Beijinhos*

TheNotSoGirlyGirl disse...

Isso é excelente! A mãe e o bebé serem tão bem acompanhados! Beijinhos e tudo de bom!

Pepper ✝ disse...

É muito bom a mãe e o bebe serem tão bem acompanhados, em Portugal as coisas não funcionam tão bem, eu tive o tal baby blues e descobri pela minha madrinha, que me alertou para os sinais, pois nenhum medico ou enfermeira quis saber de mim depois de ter o Isaac. Quanto a amamentar, também não tive grande sorte, amamentei 3 semanas sempre a dar supletmento na mesma e depois parei, porque ele não estava a engordar e não pegava bem no peito, claro se tivesse mais ajuda profissional talvez ainda hoje amamentasse, que sempre foi um sonho meu, mas com o baby blues e o stress de elen não pegar bem no peito e não estar a engordar, acabei por começar a dar só suplemento.

C. Correia disse...

Se coração de enfermeira "preparado" profissionalmente aperta o que será do nosso que não percebemos nada e só queremos vê-los bem :x
Esse acompanhamento é muito bom!
Ainda bem que aí funciona assim :)

Lia disse...

As mães mais mariquinhas que conheço são enfermeiras.... ahaha

Andreia Morais disse...

Esse acompanhamento é fantástico!
Ainda que não a 100%, porque nunca fui mais, imagino o aperto no coração que deve ser ver os nossos pequeninotes nesses prantos :/

i. disse...

Ai, imagino a dor :/ mas tudo isto é pelo bem do teu filho e isso é o mais importante :) [eu sei que ti sabes!]

A Pimenta* disse...

4 vacinas de uma vez?! Coitado, realmente, mas ao menos chorou tudo de uma vez. São muito a favor das vacinas nos bebés mas reconheço que me parte o coração vê-los a chorar tanto!