24 de fevereiro de 2018

De volta da primeira viagem...


Tínhamos decidido que ficávamos um mês e foi uma excelente decisão pois as viagens foram bastante maçadoras para o Príncipe... mas acreditam que ele se portou lindamente em ambas as viagens de avião? Ao levantar dei de mamar, dormiu a viagem toda e ao aterrar ficava com a chupeta. Nada de dores de ouvidinhos por isso portou-se muito bem!

Quanto à nossa estadia... aproveitámos para passear sob o maravilhoso sol português e respirar os ares transmontanos. Estava com algum receio com o frio de Trás-os-Montes mas afinal até nem esteve assim tão frio, LoL. O Príncipe passou o seu primeiro Carnaval, vestido de Tartaruga Ninja e conheceu muita família e amigos, o que foi óptimo!
Quanto a mim, fui mais uma vez doar o meu cabelo ao IPO. Não cortei o cabelo durante um ano com esperanças que crescesse o suficiente para doar (o mínimo são 15cm) mas no final foi mais que suficiente, LoL. Agora espero que isto se torne uma tradição anual de crescer o cabelo e depois de o doar... não custa nada! 

O que eu não gostei foi ter a experiência de o quão difícil é de circular na cidade com um carrinho de bebé, aliás circular com um bebé em geral pois além de os passeios simplesmente não estarem preparados para um carrinho, as lojas, cafés, restaurantes, etc não tinham fraldário. O que eu já estava um bocado à espera mas não tão mau! Nem o shopping tinha fraldário e os lugares para famílias eram uma vergonha pois eram do mesmo tamanho dos normais, então para abrir a porta do carro para tirar a cadeira auto, foi uma verdadeira ginástica.

Fiquei tão triste... parece que o meu país está um bocado parado no tempo, ou se calhar só a Bila? O que dizem os meus súbditos por este Portugal fora? Têm passeios onde passa um carrinho de bebé à vontade? Rampinhas nas passadeiras e para entrar nos edifícios? Fraldários disponíveis em lojas, restaurantes e shoppings?

P.S. - fiquei ainda mais triste porque pensei se eu com um carrinho de bebé tinha dificuldades em circular pela cidade, ainda mais dificuldades teria uma pessoa de cadeiras de rodas!

17 comentários:

Sofia Veloso disse...

Sabe sempre bem fazer uma viagem e sair da rotina, adorei saber um pouco mais
Beijinhos
Novo post (Conjunto De 2 Peças) // CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
Tem post novos todos os dias

Andreia Morais disse...

Que tartaruga ninja mais fofa! Adoro *.*
Conseguir doar cabelo ainda não saiu da minha lista de objetivos
Quanto às últimas questões, apesar de ainda ser necessário melhorar muito, a coisa até nem é assim tão má para os meus lados

Marisa Cavaleiro disse...

Todos os shoppings que conheço têm fraldario ... agora cafés e restaurantes no way...
Boa estadia mesmo assim o nosso país é lindo...
Xoxo

marisasclosetblog.com

Catia Ferreira disse...

Na cidade de Viseu, pelo menos, há condições no geral. Eles têm melhorado muito para tornar a cidade acessível, principalmente a quem tem cadeira de rodas.

Visita o Meraki
Redes sociais: Facebook || Instagram

Sandra disse...

Tartaruga linda. Aqui em Lisboa não é assim e passeio muito pelo país e nunca vi espaço sem fraldario, pode ser pequeno mas nunca tive problemas.
Também odiava não haver espaço para tirar o ovo do carro e ficava furiosa quando encontrava um lugar que apesar de longe desse para abrir a porta e depois vinha uma anormal e encostava muito o carro dela. Curiosamente são maioritariamente as mulheres condutoras que o fazem, só apanhei 1 homem.
Neste país rara é a pessoa que tem respeito pelo espaço de quem circula com cadeiras de roda ou carinhos.

Elisabete Navarro disse...

Também notei essa diferença, aliás foi um choque, e foi na Charneca da Caparica. Carros estacionados no passeio, passeios cheios de buracos, paragens de autocarros no meio do passeio e até um poste de electricidade a ocupar o passeio todo.
E para atravessar a estrada na passadeira.? Só ao 6º ou 7º carro é que paravam.
Foi a primeira vez que voltei de Portugal com saudades de Inglaterra.
Beijinho grande para ti e para o príncipe lindo ;)

Elisabete Navarro.

Love Adventure Happiness disse...

Olha que na Holanda há sítios sem fraldário, é raro haver lugares familiares, prioridades não existem e muitos sítios pouco espaço têm para o carrinho, incluindo passeios que aqui são estreitinhos e com bikes em cima...

Pathy Guarnieri disse...

Deve ter sido uma viagem bem gostosa!

Beijo!
Cores do Vício

Denise disse...

Que fofinho :)

Fico contente que tenha sido uma boa estadia!

Beijinhos

Gaja Maria disse...

Fofura, esse ninja :) e que belas férias

Desbocada Mental disse...

A minha filha anda numa fase de Tartarugas Ninja, ao ponto de afirmar que no aniversario quer um bolo do Leonardo!!!

E sim nas cidades mais pequenas é difícil manobrar carrinhos de bebé, nos centros as coisas melhora.
As pessoas com dificuldades motoras são condicionadas em muitos sítios, mas com a obrigatoriedade de todos os edifícios serem obrigados a terem acessos facilitados a coisa esta a melhorar, devagar mas a melhorar!!!

beijinho!


Ps: Os miúdos adaptam-se bem, nós por vezes fazemos mais confusão!!! 1ª vez que saí de Portugal com a minha filha ela tinha 1 ano, fui carregada com coisas que nem precisei...

Mr. Palha disse...

Sensacional, um dia conhecerei este belo país!! Seguindo, diretamente do Brasil!

Se quiser dar uma passada no meu blog, pensamentos bem profundos hahah
https://mrpalha.blogspot.com.br

Abraços!

As Coisas Dela disse...

Amei o babete a combinar com o fato de tartaruga ninja :) Beijinhos*

Tulipa Negra disse...

Adoro a roupinha de tartaruga ninja!

A Pimenta* disse...

Às vezes não é fácil passear com um bebé precisamente porque as infra estruturas nem sempre existem. O que é de lamentar. Independentemente disso, ainda bem que tudo correu pelo melhor :)

اسمر المصري disse...

شركة تنظيف بالخبر

رجب البرنس disse...


شركة تنظيف خزانات بحائل