3 de março de 2018

Consulado




Antes de mais, gostaria de deixar claro que uma das coisas que mais odeio é burocracia... então esta "aventura" foi passada com muito stress e frustração.
A principal razão pela qual nós tivemos que tratar de documentação portuguesa com alguma "pressa" foi porque queríamos viajar 3 meses depois do Príncipe nascer. Por isso ainda bem antes dele sequer estar pronto para sair já eu andava pelo site do Consulado.
Tivemos imensa sorte pois uma amiga minha aconselhou-nos imenso e então eu sabia o que fazer. 

Gostaria também de mencionar que em termos de responder aos meus emails com todas as dúvidas e mais algumas, o Consulado foi espectacular. Nunca tive que esperar mais que dois dias para obter uma resposta...
Uns bons 3/4 meses antes da minha data prevista para o parto, ia quase todos os dias ao site do Consulado para garantir a marcação para o Registo de Nascimento.

Para fazer um Registo de Nascimento no Consulado, é preciso levar o Full Birth Certificate que é obtido quando vamos registar o bebé aqui no sistema. As autoridades do UK dão um Short Birth Certificate e depois podemos obter a Full Birth Certificate, que acabamos por comprar umas 4/5, caso precisássemos para outras burocracias.

Ainda o Príncipe ainda não tinha feito um mês e lá fomos nós para Londres para o Consulado. Em primeiro lugar, tenho a dizer que os funcionários do Consulado foram todos super simpáticos e acho que infelizmente não têm as melhores condições de trabalho.
Na marcação para o registo fomos levados para uma sala atulhada de crianças e pais, em que não dava para abrir uma janela e que estava imenso mas mesmo imenso calor. Passado uns dias recebemos outra marcação para ir fazer o cartão de cidadão, que para tirar a foto foi extremamente interessante... E pensei eu: OK, viemos fazer o registo, viemos fazer o cartão de cidadão, agora não precisamos de nos deslocar mais... a Londres e com o Príncipe. Não, ainda temos que ir mais uma vez para ir levantar o cartão. Eu sei que é assim que se faz em Portugal mas tendo em conta que estamos no estrangeiro e só existe o Consulado como referência, por isso talvez deveriam ter isso em consideração?

Não sei, posso estar a ser um bocado picuinhas... mas que foi uma aventura, isso foi!

6 comentários:

Monika Kardoso disse...

Por acaso aqui na alemanha enviam-nos pelo correio, pagando um pequeno extra. Foi muito conveniente.

Andreia Morais disse...

Como referes, uma vez que só têm acesso ao Consulado, se calhar era pertinente pensarem em alternativas :s

Cisne disse...

Exaustivo!! Mas o que tem de ser... :/

i. disse...

Realmente --' e pobre Príncipe, já nessa vida de burocracia...!

اسمر المصري disse...

شركة تنظيف بالجبيل

رجب البرنس disse...


شركة تنظيف خزانات بحائل