10 de março de 2018

Eu quero o meu corpo de volta


Eu sei que parece muito vaidoso ou superficial da minha parte... que podia dar-me por contente por estar sã e com um bebé saudável. Mas a verdade é que este sentimento não se vai embora: eu quero o meu corpo de volta.

A verdade é que engordei muito durante a minha gravidez, perto dos 30kg. Mesmo a andar e a comer saudável, não foi uma coisa que pudesse controlar... aliás, passei quase toda a minha gravidez sem uma estria e nas últimas semanas como a minha barriga aumentava 5 cm de semana a semana, não havia creme que me valesse e acabei por ficar cheia de estrias.
Porém, na verdade, não são as estrias que me perturbam, eu vou usá-las com orgulho... é o facto de as minhas roupas não me servirem e não me sentir confortável com nada.
Depois não ajuda que nos media as fotos e as representações de um pós-parto sejam mulheres que voltaram às suas roupas antigas no dia a seguir a terem o bebé.

E vocês dizem: "então mas C. o que tens a fazer é comer saudável e fazer exercício." Eu sei que vai soar a desculpa mas... neste caso é mais fácil falar do que fazer.
É preciso cuidar do bebé e no primeiro mês é sempre bastante difícil pois o bebé ainda não tem uma rotina. Além, claro, de que estamos a recuperar... seja parto normal seja cesariana.
O nosso corpo é fantástico, gerou uma vida perfeita e agora está a nutri-la. Por isso mesmo precisamos de cuidar dele... não necessariamente por nós mas pelo nosso bebé que precisa imenso de nós.

Quando o Príncipe fez um mês, ganhei coragem e pesei-me. Estava com 75kg, ou seja, tenho que perder perto de 15kg para voltar ao meu peso anterior a estar grávida mas, na verdade, ficaria feliz em apenas caber nas minhas roupas independentemente do meu peso.

Agora que passou mais de 4 meses e me sinto melhor das costas (e de tudo o resto) vou re-começar a fazer exercício... e se quiserem partilharei aqui a minha jornada com vocês. Que acham?

16 comentários:

Love Adventure Happiness disse...

Partilha sim!!!
Somos todas diferentes, eu não ganhei muito peso e perdi-o todo com o parto e ao desinchar mas estava acima do peso por isso já antes devia perder alguns quilos.
Depois há aqueles dias em que apetece comer este mundo e o outro, deve ser de amamentar mas custa. E queria voltar ao desporto como tu mas anda complicado...

i. disse...

Força, querida! Não é fácil recuperar, mas tenho a certeza de que com o tempo te vais sentir confortável com o teu corpo novamente :) E, por amor de Deus... As pessoas apresentadas nos media não são reais :P Claro que a Kate Middleton aparece fresca e fofa assim que sai da sala de partos. Mas se tu tivesses a "equipa" que ela tem atrás dela para vender uma boa imagem, também estarias assim :)

Rita C. disse...

A minha patroa teve 2 meninos com diferença de 2 ou 3 anos e agora, 2 anos depois do último nascer, está ótima. Melhor que eu, que nunca tive grávida :P
Dá tempo ao tempo, e a ti. :) Beijinhos

Andreia Morais disse...

É um processo que pode ser lento, mas tu vais conseguir recuperar o teu peso, vais ver :)
Seria muito interessante acompanhar a tua jornada. Além disso, é uma forma de teres um registo das tuas conquistas

Cisne disse...

Não sou mãe, mas acho que tens direito a todas as desculpas que quiseres. E acho que não quereres arranjar desculpas é um grande acto de coragem ! Força!! Entretanto não sei se é útil mas há destas mães loucas:https://www.facebook.com/mamafit.madeira/

O blog da Camila disse...

Escrevi um texto sobre peso há uns dias :). Passa a espreitar. Gostei muito :*

Gil António disse...

Ginásio, muito ginásio, muita malhação, dieta e...lendo muita poesia
.
* Orlas do Alvorecer ... em silêncios de amor *
.
Votos de um domingo feliz

Gaja Maria disse...

Força de vontade e vais conseguir. É importante que nos sintamos bem connosco próprios :)

JU VIBES disse...

Querida C.

Acho corajoso partilhares tamanha insegurança aqui. Faz parte, é natural, e há ainda assim quem se esqueça disso. Contudo, dá-te tempo. Aceita esta mudança com calma e serenidade.

Biju... da ju!

Sandra disse...

Eu tb ficaria xpto se tivesse boa genética, um PT e massagens drenantes mas essa não é a minha realidade ;).

اسمر المصري disse...

شركة مكافحة حمام بالدمام

A Pimenta* disse...

Na primeira gravidez ganhei 19 quilos e só recuperei o peso que tinha antes de engravidar já a minha filha tinha 2 anos. Não foi fácil e precisei de ajuda de uma nutricionista e não foi o ginásio que me deu qualquer solução a isto. Na verdade, tive mesmo de fechar a boquinha a bolachas, fritos, massa, arroz, hidratos de carbono. E hoje em dia, não é fácil. E depois há aquelas mães fantásticas que dizem que só engordaram 8 quilos na gravidez e uma pessoa ouve isto e pensa logo "Chiça, já te calavas!!!"
Agora, na segunda gravidez, já engordei cerca de 16 quilos. E as estrias (que na primeira gravidez não apareceram) decidiram desta vez presentear-me com a sua presença. Tenho 4 grandes festas no verão, entre casamentos e batizados e queria estar bem, mas a ver vamos. Não vou matar a minha cabeça à custa disso. Cada corpo tem o seu ritmo.
No teu caso, se já te sentes melhor agora, investe no exercício e na alimentação cuidada. Os resultados demoram a aparecer, mas com conta, peso e medida, conseguirás chegar lá novamente!

riotdontdiet disse...

oh mulher como te percebo. passou 1 ano desde ter sido mae e esse sentimento continua. nao é superficial, é normal. e ajuda muito na nossa saude mental.. eu finalmente vou conseguir ir p ginasio. vamos la ver :p e sim partilha!!!

https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

Denise disse...

Acredito que não deva ser nada fácil. Nunca estive grávida mas deve ser complicado, de repente, ficarmos com um corpo que nem parece o nosso.
Acho importante que cuides de ti e podes partilhar tudo connosco. :)
O importante é acreditares que vais conseguir. Há muitas mulheres que se acomodam, se desmazelam desde que são mães e depois colocam sempre a justificação nos filhos.

Beijinhos e força.

Joana disse...

Olá. Eu também pertenço ao grupo das que engordei imenso na gravidez. Foram 20 quilos que também deram luta para voltar ao que era. E tal como tu, eu também queria muito voltar ao que era pois não me sentia bem na minha 'nova' pele. Exercício e cuidado com a alimentação penso que são os ponto-chave. Eu consegui, e tu também vais conseguir. Nada de desanimar.

mads. disse...

Desejo-te todo o sucesso e que te sintas bem contigo mesma que é o mais importante. Força nisso!
Um beijinho,
Piquimads

goasfar-asyoucan.blogspot.pt