5 de julho de 2010

O guião anti-stress

Em jeito de continuação e de reforço de Maneiras diferentes de lidar com o stress, deixo aqui um pequeno guião anti-stress.

"Stress. O paradoxo de uma sociedade apologista de uma vida saudável. Nunca se proclamou tanto o prazer, a felicidade e o bem-estar. Certo é que o stress continua e continuará a minar os nossos dias. Existe o stress bom e o stress mau. Saber geri-lo é a proposta.
  1. Identificar o que lhe causa stress - na pré-história os homens reagiam entre a luta e a fuga. Era uma espécie de reacção boa ao stress, mantinham-se alerta para sobreviver. Hoje stressamos no trânsito, no trabalho, em casa... Mesmo por coisas cuja nossa sobrevivência não depende. Invista certa de cinco ou dez minutos para parar e pense nas coisas que tornam o seu dia ou a sua semana mais stressante. Elabore uma lista, e veja, logo de imediato, o que pode ser eliminado.
  2. Livre-se das pessoas, das actividades e das tarefas que lhe causam mal-estar - agora que já identificou as várias fontes de stress, para cada uma delas tente encontrar uma estratégia de solução. Por exemplo, se as pessoas que lhe causam stress são familiares ou amigos poderá ter uma conversa aberta sobre o que realmente a incomoda. Pode optar por afastar essas pessoas, criando à sua volta um perímetro de segurança. O mesmo quanto a colegas de trabalho. Exponha os seus pontos de vista de forma assertiva.
  3. Escala de prioridades - a organização de tarefas sejam as de casa, trabalho ou pessoas é prioritária. Organizar tudo o que pretende fazer num dia, ou numa semana, é fundamental para viver com menos stress. É sinal de que é você mesma que está a comandar a sua vida e não a limitar-se a responder aos factores exteriores de terceiros. Assim, crie uma lista de assuntos urgentes, pode deixar para o dia seguinte sem que isso lhe traga consequências negativas. Não adie eternamente, isso só irá custar-lhe mal-estar. Resolva o que puder na hora. Lembre-se que deverá sempre fazer uma coisa de cada vez.
  4. O tempo não se gere - gerir o tempo é uma ilusão. Planificar o que se tem para fazer segundo a ordem de importância que atribuiu a cada um dos itens é o primeiro passo. Depois estime o tempo que necessitará para cada um dos tópicos. Organizar as tarefas de véspera é uma boa estratégia. Chegar atrasada é quase um dado adquirido para causar stress. Faça tudo o que pode na noite anterior, economize tempo, coloque o despertador dez minutos mais cedo que a hora que contabilizou, verá que andará mais cama e com mais tempo.
  5. As pausas necessárias - identifique os seus ladrões de tempo. Quanto está no local de trabalho abstraia-se do que tem ainda pela frente, foque-se numa tarefa de cada vez, não se distraia com planos para depois do trabalho, isso já deve estar agendado. Sempre que termina uma tarefa deverá relaxar um pouco antes de iniciar a seguinte. Quando estiver em casa desligue-se do lado laboral. Não misture os dois mundos.
  6. Distribua tarefas e responsabilidades - por mais que faça a gestão do tempo nunca conseguirá controlar tudo. Aliás, a piada da vida está muitas vezes nos imprevistos! São eles que nos criam desafios que nos obrigam a evoluir. Poderá até ter a sua agenda muito bem planeada, mas quantas vezes esses seus planos não dependem de terceiros? Saiba delegar tarefas. Pedir ajuda, atribuir responsabilidades é uma óptima estratégia. A isto chama-se também simplificar a nossa própria vida. Potenciar o nosso círculo social de contactos é uma óptima forma de conseguir distribuir tarefas e sinal de que confia nas outras pessoas.
  7. Balões de oxigénio - escapes. Cada um terá os seus e são diferentes de pessoa para pessoa. O que lhe traz emoções positivas? Ir ao cinema? Ir dançar? Comer fora? Escrever? Navegar na Internet? Sair com amigos? Fazer um desporto? Ver televisão? Pequenos hobbies podem fazer milagres por si. Este é um dos princípios da psicologia positiva. Identificar os seus momentos felizes e repeti-los. Se andar menos stressada terá mais paciência e momentos mais felizes com as pessoas de quem gosta.
  8. O seu próprio exercício - alguns exercícios físicos podem ajudar a eliminar o stress. Mas neste campo a subjectividade é regra. nem todas as actividades físicas agradam a toda a gente. Escolha uma com a qual se identifique. Ginásio, aulas de grupo, aulas de dança, caminhadas, corrida, fazer ginástica em casa, mas mexa-se.
  9. Rir, rir e rir - rir é um óptimo exercício para afastar o stress. Encarar determinadas situações com humor é a melhor fórmula de lidar com elas. Se chorar não resolve, garanto-lhe que rir ajuda. Existe inclusive terapias neste sentido. Os especialistas explicam que tudo tem a ver com o oxigénio, o diafragma, as hormonas e as transmissões neurológicas.
  10. Alimentos anti-stress - com ou sem stress é fundamental uma alimentação saudável. Existem alimentos que ajudam a combater o stress (arroz integral, cogumelos, atum, frango, morangos, chocolate...). Procure sempre refeições equilibradas, se possível, com horários. O prazer de saborear uma boa refeição é fonte de energia. Não caia na armadilha de comer alguma coisa rápida e ao balcão ou ao lado do teclado do computador. Sente-se num lugar agradável (acaba por demorar o mesmo tempo) e aprecie esse momento. Crie hábitos saudáveis isso ajuda a combater o stress.
  11. Durma pouco, mas bem - quando sentimos mais stress muitas vezes temos dificuldade em dormir. Liberte-se de tudo quanto a deixa triste e stressada na hora de dormir. Crie hábitos de sono. Estes variam de pessoa para pessoa. Há quem goste de adormecer a ler um livro, a ver televisão, a ouvir música ambiente ou em silêncio e escuridão total. Quanto ao número de horas existe sempre muita confusão. Os especialistas dizem que o ideal são oito horas. Tudo depende do modo como dormir. Tente pensar em duas ou três coisas positivas que lhe aconteceram no dia que passou e verá que terá um sono mais tranquilo.
  12. Diga não - quantas vezes não dizemos sim e estamos a querer dizer não? Colocar as nossas exigências em primeiro lugar não é egoísmo, é viver mais feliz. Poderá querer cuidar do sorriso do outro, seja familiar, um amigo, um colega, mas lembre-se que o seu sorriso deverá estar sempre em primeiro. Muitas pessoas dizem sim quando na realidade querem dizer que não. Se isso lhe acontecer com frequência reveja a sua auto-estima e autoconfiança. Afinal, ser aceite como se é, torna-se bem mais fácil e verdadeiro do que querer fazer passar uma imagem errada, como se fosse um mau produto numa embalagem bem apelativa.
  13. Afaste o medo - o medo causa-nos stress. Por vezes há situações em que temos de escolher, decidir, mudar. Muitas vezes não é a tal falta de tempo que nos assusta e que nos causa mal-estar. São as opções de vida. Aqueles momentos em que temos de escolher caminhos no meio de um cruzamento confuso e sem placas de direcção. O medo faz parte de nós, ele é um alerta, senti-lo é positivo, é a consciência de que somos responsáveis. Identificar o que nos está a causar o medo é uma das formas de o superar, pois, só assim, saberá ter a resposta positiva para o dissipar.
  14. Gratidão e espiritualidade - o stress geralmente isola-nos. Achamos que estamos cheios de problemas, falta de tempo, tanto para fazer, contas para pagar, um novelo que não se acha a ponta. Agradecer é reconhecer o que de bom nos acontece. Seja por nossa causa, aí devemos de agradecer a nós mesmas, seja porque alguém nos ajudou. Ser mais espiritual não implica que vá para a primeira igreja que encontre (isso é ser religioso). Costuma-se dizer que a religião afasta as pessoas e a espiritualidade as une. Perder uns minutos por dia a reflectir em si mesma, a meditar, é um óptimo exercício para aliviar o stress.
  15. Dê algo a alguém - o acto de presentear um amigo, um familiar, um colega ou até mesmo um desconhecido é um acto de bem-estar. Contribuir para a felicidade de outro é benéfico e ajuda-nos a afastar o stress, pois causa-nos mais felicidade. O que damos aos outros recebemos em troca, pode não ser no imediato, mas terá o seu retorno. Simplesmente, dar um abraço a um amigo terá efeitos positivos no seu dia."
- David Posen


Nota: é bastante apropriado este post... Tendo em conta que hoje é dia de exame. LoL

1 comentário:

Nícia disse...

já foi para os meus fav's, vou precisar de ler isto várias vezes. :)