27 de outubro de 2010

Cromos


Finalmente, todas as nossas memórias, das mais ridículas às mais sublimes, analisadas à lupa em todo o seu esplendor e detalhe. Do criador de "O Homem Que Mordeu o Cão", eis A Caderneta de Cromos - uma verdadeira enciclopédia radiofónica humorística de tudo o que nos fez espernear de prazer quando tínhamos genuíno vigor nas pernas para as fazer espernear. E porque é que a palavra "titilar" não é mais usada no dia-a-dia? As respostas a tudo - e talvez ao próprio sentido da vida! - de 2ª à 6ª feira, às 8h45 e 9h45 com Nuno Markl.
Fonte: Rádio Comercial

Que eu já não dispenso ouvir! Enquanto lá vou eu triste como tudo de manhãzinha para a Escolinha, ouço sempre que posso o primeiro cromo do dia. E acreditem, deixa-me logo mais bem-disposta! No entanto, tenho uma crítica a fazer e para quem costuma ouvir os cromos no auto-rádio, sabe perfeitamente o que eu estou a falar... Ouvir os cromos no carro leva a que as outras pessoas pensem que somos maluquinhos, no sentido literal da palavra. Pensem comigo, se vissem uma pessoa a rir-se, sozinha, do nada, dentro de um carro, o que é que vocês pensavam? Pois claro, que a pessoa era mas é maluquinha de todo!

O Nuno Markl deveria ponderar sobre este assunto...

5 comentários:

Isabel disse...

Muito obrigada Corina (:

Doce Melodia disse...

Nossa, adoro maluquinhos! hahaha
Rir sozinho é o máximo...

Belinha disse...

LOL faz sempre bem rir...

vidaslife disse...

Rir sozinha, é muito maluquinho mesmo, pois eu olho para os lados, e me sinto doida. Bom este seu detalhe gostei. Beijos.

Martinha disse...

Gosto, gosto de ouvir o Nuno Markl ness registo. Agora já não tenho hipótese, mas quando tinha, adorava! :)