28 de setembro de 2011

Humon



Através da Xinha, andei meia viciada na banda desenhada da artista Humon do deviantArt, que inclui personificações de vários países (maioritariamente nórdicos ou países com relações chegadas a eles) e sátiras actualizadas com um humor fantástico! Só tenho mesmo pena que ela não inclua mais países, como por exemplo, o nosso? LoL. Mas isso já é pedir demais, pois somos um país pequenito...

8 comentários:

Candybabe disse...

Muito bom!!!!
:D

Afal disse...

As comics dela são assim qualquer coisa de acutilante, às vezes :D Adoro-a pela mente aberta ;)

*C*inderela disse...

olá, em relação à tua questão conheço casos (por alto) que já foram vitimas de bulyng em contexto profissional. Auxiliares de educação a serem vitimas de agressões por parte de alunos. mas estes casos não me são próximos, apenas ouvi falar.
não sei se ajuda mas podes consultar o InfoCEDI n. º 24 – Instituto de Apoio à Criança que fala sobre esses casos, embora com crianças em contexto escolar mas tem lá algumas definições.
estas perguntas é para algum trabalho académico/cientifico?

bjokas

Bárbara Silva disse...

- olá !
podes-me dar o link do blog do blogótico que dizem que tem a solução para o raio do vírus ? x:

*Nightwish* disse...

Muito porreiro isso ^^ Vou "cheirar" =P Bjs*

Lacorrilha disse...

Demais. Vou já dar uma vista de olhos pelo site.

*C*inderela disse...

olá,
queria apenas saber se essas questões que colocas, neste caso sobre casos de bulyng, são para recolher informações para projectos de investigação ou para trabalhos académicos. Queria saber apenas a finalidade dessas questões :P

Bjokas

Catiiiii disse...

AHAH , se esse autor escolhesse o nosso país , teria pano para mangas ( como se costuma dizer ) . Há cada pessoa com cada mentalidade mais retógrada... Até mete medo --'
Ohh , espero não encontrar tanta gente assim à minha frente , porque senão vou dar completamente em tola ! :x É que eu ODEIO quando o trabalho não é recompensado e quando quem sai a ganhar são os culpados e não as vítimas --' Eu sei , é típico do povo português