29 de outubro de 2011

Supostamente

É sempre bom e positivo conhecer pessoas novas e experimentar situações diferentes, toda a gente sabe disso. Daí fazermos isto várias vezes na nossa vida, é na interacção com pessoas diferentes que vamos abrindo os nossos horizontes, estando despertos para o futuro e tantas, mas tantas vezes entender o passado…

Gostava de poder dizer que não me arrependo de nada, ou de querer voltar atrás no que se fez, no entanto, quando nos faltam em lealdade ou em honestidade sentimo-nos no mínimo traídos e até quase tristes connosco próprios porque não nos apercebemos do conto do vigário ou do que iria de facto acontecer. Porém, bater com a cabeça nas paredes, às vezes, é bem positivo porque faz crescer. É uma forma de encarar a vida, afirmar que tudo o que já aconteceu, fizeram de mim aquilo que sou hoje. Mas será que não há crescimento sem sofrimento? Não me parece justo que andem sempre de mãos dadas. Enfim.

Há amizades que podem não fazer parte do nosso dia-a-dia, mas a quem não deixamos de contar tudo o que nos aconteceu de bom como de mau, ou seja, que fazem parte de nós. Talvez por isso a desilusão seja maior quando se percebe que já pouco ou nada resta, além de um pacote de mentiras, conversas de circunstância, olhares envergonhados ou uma possível mudança de passeio. E quando assim é, quando nos apercebemos das desculpas no tom de voz das mensagens que não têm alma ou sentimentos, então é altura de seguir em frente…

O que supostamente deveria entrar na equação, é que de maneira nenhuma deveríamos permitir que isso voltasse a acontecer, independentemente do lado em que se está (da parte em que desilude ou da parte desiludida)… Supostamente.

30 comentários:

Heartless disse...

Life goes on still.

Mas sim, é isso que nos faz crescer e aprender.

O mundo de uma sonhadora disse...

Olá =)
Vi o teu comentário no meu blog e quero agradecer por teres passado por lá!
Também gosto muito do teu blog =)
Sigo*
Beijinho*

Cris disse...

É verdade, é bastante bom.
Gostei muito do blog e deste post, sigo :)
Um beijinho* bom fim de semana :)

p. disse...

obrigada, beijinho*

Página ao Lado disse...

nós dizemos sempre que é com os erros que aprendemos, mas muitas vezes caímos no mesmo erro mais do que uma vez! E na amizade isso é fácil acontecer porque neste mundo tão individualista nós queremos ter sempre alguém do nosso lado, mesmo que não tenha corrido bem da primeira vez!

Kurikato disse...

Bastam as vezes necessárias para cada um entender o que é certo e o que é errado.

patrícia disse...

Há quem não saiba desistir, perceber que não há volta a dar e é então que só cresce quando sofre, quando percebe que acabou.
É mesmo assim :x

Aida disse...

Gostei muito do post! Muito bem dito! =)


http://placequotehere.blogspot.com

Filó disse...

bom fim de semana ai pelo Reino de Tras os Montes... beijinhos

(in)felicidade disse...

porque disseste isso de repente ? :s muito obrigado e para ti também :b

Jasmine disse...

muito mas muito obrigada querida (:
sigo-te *

Wild Things disse...

Obrigada :) para ti também, beijinho!

vera • disse...

igualmente, beijinhos :)

Bárbara Silva disse...

- eu lá me safei :)

Anónimo disse...

Segue o meu blog: www.restodetudo-cf.blogspot.com
Já sigo o teu, parabéns, beijinhos grandes ;D

Maria Inês disse...

Muito obrigada, um bom fim-de-semana :D

Kayra Biskowski. disse...

muito obrigada, para ti também! :)

Afal disse...

Linda, não é justo, mas é comum. Crescer dói e geralmente essa dor é das que nos apanha do lado menos esperado.

Se és melhor pessoa? Eu sempre te conheci boa pessoa, por isso, para melhor é sempre bem vindo! :D

Isaa disse...

Obrigada igualmente , beijinho *

S'M disse...

Obrigada! e Bom fim-de-semana para ti também :)

Anne. disse...

Isto é tãããão verdade. Do melhor que ja li. Acho que acontece-me diariamente ver que uma determinada amizade ja nao é o que era :/

Turista disse...

Querida Corina, as amizades são como borboletas que nos tocam, em determinado momento. Umas deixam para sempre a sua imagem colorida e bela dentro de nós. De outras nem nos lembramos, ou então temos um registo ténue, delas...

Rita disse...

Eu tenho por vezes alguma dificuldade em deixar ir as pessoas, mesmo quando magoam. Gosto de conhecer toda a gente, mas raramente deixo que passem de "pessoas que conheço e com quem me dou bem" para "amigos".
Deixar ir os primeiros é facil, até porque não têm grandes hipóteses de magoar, os segundos é mais difícil, tento mudá-los primeiro (mesmo que não queiram) e só depois de muito esforço acabo por largar. Mas depois não perco tempo a pensar neles.

fashionatemybrains.blogspot.com

Lady Me disse...

Pois, supostamente... Porque mesmo depois de isso acontecer, continuámos a das crédito aos outros e que se um fez, não quer dizer que o outro vá fazer também... Mas alguma dia se há-de aprender que não é bem assim.

Força com isso.

Beijinho*


P.S. Muito obrigada pelas tuas palavras lá no meu blogue :)

L' disse...

Por muito que seja absurdo - talvez não seja - o crescimento e o sofrimento andam sempre de mãos dadas.

Just a Lady disse...

Não é lá muito justo, mas por vezes é preciso sofrer e errar para aprender com isso, faz parte da vida. Pode não ser um mar de rosas, complicada até mais não, mas há sempre algo que nos faz sorrir, há que aproveitar :)
Seguir em frente nem sempre é fácil, mas se não tentarmos não sabemos não é?
Beijinhos e tem uma boa semana :)

BlueShell disse...

Olha...a tua reflexão caiu aqui como sopa no mel"...porque tenho sentido isso mesmo. De facto é muito triste quando pessoas nas quais confiávamos nos desiludem ao ponto de nos fazerem questionar TUDO!
Estou a braços com uma situação assim...e dói!!!

BJ

M. disse...

segui :)

Messias Daniel disse...

seu post me fez pensar...
"bem há aqueles que aprendem com amor e queles que aprendem pela dor." infelizmente a dor é nesse saria para nosso progresso pessoal! queria que não fosse assim. + fazer o q né?
o bom é que no final tudo passa.
o que sobra é experiencia de vida e boas rizadas
bjs

Aninhas disse...

Concordo com o que você disse... mas se deu conta que existem milhões de amizades verdadeiras que acabam por coisas tão estúpidas que a gente diz e faz? eu acho mesmo que a gente pode recuperar muitas dessas bonitas amizades... basta um simples gesto de ligar, mandar um mail, bloggar ou então usar o famoso face! um conselho pa todos nós! eu fiz isso e deu certo!