21 de março de 2018

Presentinhos


Se forem visitar um bebé ou ainda a mãe ainda grávida e se quiserem oferecer um presentinho para o bebé, aqui vos deixo algumas dicas.

Pessoal, eu sei que as coisinhas de recém-nascido são super fofinhas mas o que dá mesmo jeito é ter roupas para vários meses e não ter tudo só para quando o bebé é recém-nascido. Se quiserem oferecer roupa, tentem oferecer coisinhas para 3, 6 ou 9 meses. Vai ajudar imenso pois as roupinhas deixam de servir num instante e assim a mãe tem sempre roupa para as diferentes fases!
Porém, se quiserem oferecer algo sem ser roupa, perguntem antes. Principalmente a família e os padrinhos gostam de oferecer algo que não seja roupa (a cadeirinha, a banheira, um muda-fraldas, etc) e assim não se corre o risco de oferecer a dobrar. Um bebé precisa de imensas coisas por isso não pensem que ficam sem coisas para oferecer... aliás eu posso dar-vos algumas dicas.

Se quiserem oferecer algo à mãe ofereçam maxi-pads (é que depois de 9 meses sem menstruação, em poucos dias o nosso corpo vinga-se), cuecas descartáveis (por acaso ofereceram-me um pacote na minha baby shower e achei engraçado mas muito estranho mas depois no pós-parto percebi que de facto dão imenso jeito), creme para os mamilos (para não gretarem), discos para o leite (são tipo os pensos higiénicos para as mamas porque quando o leite vem, nada o pára), creme hidratante (apesar que eu acho que cremes são uma coisa bastante pessoal, mesmo depois do parto é preciso hidratar a pele e um boião azul da Nivea é sempre bom), soutiens de amamentação (tanto daqueles com ganchinhos como daqueles de pano que são o ideal para dormir), etc.

Se quiserem oferecer algo para o bebé ofereçam, por exemplo, um termómetro para a água, um muda-fraldas portátil, brinquedos para as gengivas (para a altura dos dentes), um mobile musical para o berço, um álbum ou livro para o primeiro ano, banheira, roupa variada (pijaminhas e roupa de andar na rua), parque para brincar, kit de higiene, trituradora para os alimentos, esterilizadora, luz de presença, babetes e fraldas de pano (agora com um bebé vejo que babetes e fraldas nunca são demais), etc etc.

Vai parecer um cliché mas é a mais pura das verdades... o que uma mãe precisa mesmo é de carinho e apoio. Se não puderem oferecer muitos presentes ou nada de todo mas forem apoiar a mãe naqueles momentos difíceis, mandar mensagens a perguntar como está ou apenas convidar de vez em quando para sair de casa com o bebé, isso vale ouro!

9 comentários:

A Pimenta* disse...

É bem verdade! Há presentes que são totalmente inúteis a meu ver mas uma pessoa tem de fazer de conta que gosta, caso contrário "Ai jesus, virou mãe e ficou uma enjoada!".
Mas há coisas que só se percebe depois de ser mãe!

Love Adventure Happiness disse...

Mas reitero o meu post, melhor mesmo é perguntar primeiro ou acabas com 300 mordedores ahahah

Andreia Morais disse...

Já não há desculpas para não oferecer algo útil :)

Gaja Maria disse...

A maioria das pessoas não gosta de chegar de mãos vazias, mas às vezes mais vale estarem quietas ou perguntarem mesmo :)

Diana Fonseca disse...

Eu fui tia, pela quinta vez, há pouco tempo.
Comprei uma camisinha para o menino. Hehe.

Sandra disse...

Fraldas de vários tamanhos e nunca deites fora ou dês as últimas fraldas porque se eles tiverem algum problema de diarreia dá jeito teres as fraldas e não as cuecas ;)

Cisne disse...

Mil obrigadas, isto ajuda mesmo!

Helena Raquel disse...

é sempre muito util este estilo de posts :)
BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM

Joana disse...

Eu acrescentaria levar um bolo ou assim uma coisinha docinha aquando da visita, porque levar comidinha nunca é demais :-)