31 de janeiro de 2011

Sala de cinema especial Oscars

Devido a uma sugestão duma súbdita do Reino, coloquei etiquetas/tags nas crónicas e não é, que me apercebi, que abandonei por completo a crónica Sala de Cinema? Shame on me! Por isso, venho a comunicar-vos o regresso em força da crónica de cinema aqui do meu cantinho porque eu, simplesmente, adoro a 7ª arte e esta tem um grande peso na minha vida... Por isso, vou ter que ganhar o tempo perdido e até mesmo mencionar alguns dos meus filmes favoritos. E que bela maneira de retomar, senão com crónicas especiais?
Então vou começar com a crónica dedicada à escolha dos Óscares. Aqui vai disto!


The Social Network (A Rede Social): A história fantástica da criação da gigante empresa, o Facebook, que contrasta com o seu final. Mas aquela parte dos vários processos jurídicos ao mesmo tempo, é realmente impressionante, de loucos até! Se tiverem curiosidade para saber como aconteceu, como é que o Facebook surgiu...

Gone with the wind (E tudo o vento levou): vi por coincidência e por conselho da minha mãe porque ela sabe como eu gosto daquela época no que toca ao vestuário. No entanto, não percebo porque é que este filme mereceu tantos prémios na altura porque a única coisa boa é o retrato que faz daquela época, de resto, a história é só desgraças. Credo. Mais óbvio de como os óscares são americanos, não há!

The Hurt Locker: a mesma coisa que o anterior... Não mereceu, ao lado de filmes muito melhores, ganhar o prémio de melhor filme. É um retrato aborrecido da guerra do Iraque.

Crash (Colisão): este filme tem uma das cenas mais impressionantes em cinema e das minhas favoritas também. Aconselho a verem, até porque mereceu os prémios que ganhou.

The Silence of the Lambs (O silêncio dos inocentes): a melhor personagem de sempre, Hannibal Lecter! Fantástico. Aliás aconselho qualquer filme com a personagem dele. É de facto mórbido mas requintado. E nem pensem colocar outro actor para este papel, é que é impossível tirar o Anthony Hopkins desse posto.

Artificial Intelligence (Inteligência Artificial): um filme que vi em adolescente e adorei, adorei, adorei! História de amor onde menos se espera... Um fim comovente. Efeitos fantásticos (para a altura). Eu sei lá. Para este filme, só consigo dizer elogios! Aconselho vivamente!

30 de janeiro de 2011

#7 - Sobre as certezas da vida

Acho este tema do desafio um tanto quanto para o descabido. Porque é uma resposta bastante óbvia: não há certezas.
Nós na vida não temos certezas de nada e vocês perguntam:
"Então e o teu curso?" Ora o meu curso eu até posso eventualmente não o conseguir acabar...
"Então e os amigos?" E o que são verdadeiramente amigos?! E eles não têm vidas próprias ou não podem, eventualmente, desiludir-nos?
"Então e o Mais-que-Tudo?" Vocês não sabem as regras básicas de um namoro (qualquer dia faço um post sobre isto)? Nunca mas nunca tomar a pessoa do nosso coração como certa e garantida!
Pequenos súbditos, a única certeza da nossa vida é a morte. Muitos de vocês acharão isso mórbido ou triste mas eu cá acho maravilhoso e lindo!
Que piada tinha a nossa vida se tivéssemos certezas, se não houvesse imprevistos que nos fizessem sorrir e outros que nos fizessem chorar? Porque mesmo que sejam coisas más, fazem-nos crescer, de uma maneira ou de outra. Enquanto que as coisas boas, deixam-nos a ansiar pelo dia de amanhã!



Desafio dos desabafos

29 de janeiro de 2011

Ninguém resiste à Planta!



Ultimamente tem havido publicidades bem engraçadas (como mostrei há tempos a do AXE) porém esta se não é a melhor, está bem lá perto! Não sei onde a Planta foi buscar a ideia mas está brutal! LoL. A primeira vez que vi esta publicidade fiquei dividida, não sabia se haveria de ficar escandalizada ou de desatar a rir à gargalhada no chão.

A minha favorita é a da "boca aberta"... LoLoLoL. E se não sabem do que eu estou a falar, vejam, a sério!

28 de janeiro de 2011

Há 3 dias nisto...


Nota: hoje o pirralho da prancha faz anos. Está oficialmente com 17 primaveras e cada vez mais machista. Deus me dê paciência e um paninho para a embrulhar!

27 de janeiro de 2011

Os homens mais bonitos

E claro em seguimento do As mulheres mais bonitas, veio a conversa dos homens mais lindos à face da terra. Ok, para ser sincera, não sei se é bom ou mau, mas definir os homens mais bonitos foi mais difícil do que definir as mulheres. Por isso tive que pesquisar mas acho que em geral também os homens latinos são os mais bonitos.

Não sou mulher para homens loiros mas abri desde adolescente uma excepção para o Travis Fimmel. Lembro-me de guardar, em local sagrado, o recorte da fotografia dele, ainda era adolescente.


Um mencionado pelas meninas é o Rodrigo Santoro. E realmente mais uma vez o sangue latino deve ter alguma coisa de especial...

Gerard Butler... Não preciso de dizer nada, pois não? LoL.


Mais uma vez, não sou mulher para os loiros mas para o Hayden Christensen eu abro uma graaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaande excepcção. Até se me dá calafrios!

Vocês acreditam que nos tops mundiais o único português lá enfiado é o Cristiano Ronaldo?! O pessoal deve é andar maluco... Ele não é nada de especial!

Agora... para uma escolha nacional decente, pessoalmente, eu fico-me pelo Diogo Morgado. Ele é lindo sério. Ele é sexy a rir-se. Ele é formoso zangado. Eu sei lá! É de todas as formas!



E vocês que acham? Acrescentariam algum?

26 de janeiro de 2011

Ai, mas que alívio!

Estou 5 quilos mais leve. E não, não fiz dieta, nem uma lipospiração.
Fui ao cabeleireiro.


Nota: após um conselho duma súbdita, coloquei tags/etiquetas nas crónicas deste Reino, por isso a sua consulta será muito mais fácil!

25 de janeiro de 2011

As mulheres mais bonitas

Numa discussão que durou literalmente horas entre amigos, falava-se das mulheres mais bonitas do mundo. E claro, a conversa teve que passar pelos concursos de beleza.

Pelos concursos conseguimos ver que, geralmente, as mais bonitas são as latinas. Porque, e sejamos sinceros, a mulher latina é que é! A da fotografia acima é a belíssima Jimena Navarrete, a Miss México que foi coroada como Miss Universo em 2010. Lá está, o sangue latino deve ter alguma coisa em especial.

Uma que os meninos não deixaram em branco foi a Megan Fox. Cheira-me que é só mesmo por esta "visão" tirada do filme Transformers. Enfim. Acho que corpo qualquer uma pode ter, agora charme e porte, nem por isso.

Esta é uma sugestão minha. Acho esta actriz brasileira (para quem vê novelas brasileiras, ela representou no Caminho das Índias) simplesmente lindíssima! Pessoal diz que não é nada de especial mas acho a beleza dela fora do normal, totalmente exótica.

De facto a Catherine Zeta-Jones é um espanto e não tem sangue latino nem coisa que se pareça. Não sei, pessoalmente estou divida. Acho-a bonita mas acho que falta qualquer coisa. No entanto, os meninos não se esqueceram dela.

Se falamos de mulheres bonitas, não podemos deixar de fora a Angelina Jolie. Vocês podem dizer que ela é só lábios mas vocês têm que admitir que ela tem alguma coisa que faz com que nós não consigamos tirar os olhos dela!

Também foi mencionada e vejam só... É a primeira loira que meto. Algo me diz que afinal não é das loiras que eles mais gostam! LoL.

Opá! Peço imensa desculpa mas se falamos de mulheres bonitas, lindas, belas... Eu tenho que falar do meu ídolo de todo o sempre: Monica Belluci. Esta italiana tem porte, charme, sex-appeal... o que vocês lhe quiserem chamar! Mas que tem, tem! Tudo me goza mas quem me dera chegar aos 46 anos (a sua idade actual) e ter metade do aspecto, porte e charme dela!

Claro, a conversa girou também de qual seria a portuguesa mais bonita! Nesta eu e o meu Mais-que-Tudo (sim, porque a gente fala sobre isto) concordamos: Maria João Bastos. Achamos simplesmente linda!


E vocês que acham? Acrescentariam alguma?

24 de janeiro de 2011

Wishlist n.º 22


Top
Casaco

Camisa





O que eu gostava de encontrar nos saldos... Mango, Zara, Pimkie, entre outras.
(e já agora... ter dinheiro)

22 de janeiro de 2011

21 de janeiro de 2011

E.C.O.: finito

Relatório (fantabulástico) feito e defendido.
Avaliação (surreal) feita.
Estágio terminado!

E a que conclusão, chego no final deste estágio? Que vou ter saudades da minha "molécula" e que tenho, passo a citar, o dom da palavra!

19 de janeiro de 2011

#6 - Sobre um vício chato

Tenho um vício chato, muito chato... Roo as bochechas.
Eu bem que tento parar porque é feio e faz mal mas é mais forte que eu! LoL. Até já cheguei a pesquisar e isso como um hábito significa que remoo as coisas, situações e afins. Agora se isso é bom ou mau, não sei, mas que é chato, é.

Desafio dos desabafos

18 de janeiro de 2011

17 de janeiro de 2011

100


Especialmente para vocês, que cada vez são mais!
Obrigada por pertencerem a este Reino...

16 de janeiro de 2011

Wishlist n.º 21


As sapatilhas Reebok Easytone ou como eu chamo as sapatilhas-do-rabo-bom. E pensei eu: que melhor seria senão estagiar com umas? Era juntar o útil ao agradável, andar de um lado para o outro a trabalhar e no final ficávamos com um rabiosque e coxas super tonificados. É de considerar... não acham?

15 de janeiro de 2011

E.C.O.: um odiozinho

Odeio quando enfermeiros relativamente novos ou até mesmo recém-licenciados, se esquecem de que já foram alunos.

13 de janeiro de 2011

Conversas à mesa n.º 3

Zé no seu tom de pura indignação: " Hoje, estava eu e a minha namorada a passar na rua, e uns putos do 7º ano dizem alto: 'És toda boa!!!' E eu disse logo: ' Mas quê, querem levar nos cornos?!' Olha que eles fugiram logo!" (por favor incluam esta última parte do diálogo com aquele peito-cheio de macho latino)

Refere logo então a minha mãe, também indignada mas com o meu irmão: "Zé! E isso diz-se?!"

Ele logo muito depressa: "Então não? Mas que é isto a dizer aquilo com o namorado logo ali ao lado?!"

Pergunto eu, então, bastante desconfiada: "E vais-me dizer que também não dizes isso a outras raparigas...?"

Responde então o meu irmão num tom sincero: "Claro que não... (acrescenta, ainda, em tom baixo) ao pé dos namorados não."


Humor da Corina e da Mãe - 1
Humor do Zé - 0

11 de janeiro de 2011

Chuck Norris n.º 16


Quando Arnold Schwarzenegger disse “I’ll be back!”, foi para ir pedir ajuda ao Chuck Norris.

9 de janeiro de 2011

E.C.O.: será?

Legenda: para não haver dúvidas... à esquerda a Ana Isabel e à direita moi.

A minha enfermeira, enfermeiras lá do serviço e até doentes dizem que sou parecida com a Ana Isabel da Casa dos Segredos... Credo! Será?

7 de janeiro de 2011

Demasiado esquisito para mim...


Automaticamente os meus dedos dos pés encolheram-se de medo! Quem é que conseguiria andar com isto? Melhor ainda, quem é que conseguira andar com estas "botas" na bela da calçada portuguesa? Pagava para ver.

Opá, não sei se ria ou se chorava quando visse alguém com isto na cabeça... Estou na dúvida!


Tenho a certeza de que quem desenhou esta saia, foi um homem! De certezinha absoluta, aquele zip não engana ninguém.


Filha, não convém deixares a tua camisola pendurada onde o teu gato pode chegar... Deverias ter pensado nisso!


Nem sei o que dizer... Realmente, é demasiado esquisito para mim.

6 de janeiro de 2011

Desisti...


Era mesmo bom que as pessoas viessem com um manual de instruções ou então com as suas características, como os telemóveis. Uns têm wi-fi, outros não. Uns têm uma câmara de 3.0 megapixels, outros não. Uns são falsos, outros não. Uns são orgulhosos, outros não. Já perceberam a ideia...
Acho, sinceramente, que Deus deveria começar a pensar nisto, quando produz a sua mercadoria, porque senão vou pedir o livro de reclamações e depois quero ver!

5 de janeiro de 2011

4 de janeiro de 2011

E.C.O.: os miminhos

(De volta ao trabalho...)

Adoro quando os doentes oferecem rebuçadinhos e chocolatinhos às enfermeiras.


Nota: hoje tive a oportunidade de passar pelo Bloco Operatório. E acreditem, espirrar num Bloco Operatório é a mesma coisa que rir num cemitério... Porra para as alergias!

3 de janeiro de 2011

Conversas à mesa n.º 2

Para terem consciência do que tenho vindo a aturar cá em casa e para começar 2011 em grande, decidi tirar esta Conversa à mesa do baú dos tesourinhos deprimentes da casa Oliveira... Chorem comigo, por favor.

Isto passou-se no meu antigo lar, tinha o meu irmão, acho eu, os seus 7/8 anos e como é nosso habitual como família, à hora das refeições a televisão está sempre ligada a dar as notícias. E nesse dia específico, estava a dar uma notícia sobre um campeonato de surf feminino, que estava a ser realizado naquele ano em Portugal e obviamente enquanto relatavam a notícia , passavam imagens das suas manobras surfistícas (peço imensa desculpa aos entendidos na matéria pelo termo). Estava tudo em silêncio a comer e eis então que o meu irmão se sai com a seguinte afirmação com um certo tom de indignação na voz:
"Olha... Aquelas devem ter confundido a prancha com a tábua de engomar!"
Minha gente, meu queridos súbditos, eu sei. É degradante. Mas, em minha casa, o meu pai nunca me lembra de fazer comentários machistas (também se o fizesse a minha mãe impunha-se), sempre fomos muito de dividir tarefas domésticas, fosse rapaz ou rapariga, fazia igual... Agora donde apareceu esta veia tão carregada de machismo no raio do rapaz, é que ninguém sabe!
Na altura, o meu pai fez um esforço hercúleo para não se rir, a minha mãe estava a olhar para o meu irmão com uma cara de choque e eu não sabia se havia de me rir ou se havia de gritar com ele.


Humor da Corina e da Mãe - (abaixo de) 0
Humor do Zé - 1
Humor (secretamente) do Pai - 1

2 de janeiro de 2011

Torre do Pinhão 2010 & 2011

A passagem de ano foi es-pe-cta-cu-lar!!! E tudo o que foi preciso foi: uma casa, 10 amigos, comida, bebida, jogos e muita animação, mesmo muita!
A casa era na Torre do Pinhão, que eu não sabia onde era, nem sabia como lá chegar, mas o que é certo é que a caminho de lá passámos por uma antiga casa de "meninas" (um bordel, vá) e vocês perguntam-se o que tem isto a ver? Foi um sinal! Um sinal que o António ia ganhar a Casa dos Segredos. LoL. Os 10 amigos tornaram a noite fantástica possível porque há sempre boa disposição, para dar e para vender! Quanto à comida, foi um verdadeiro banquete: camarões fritos (de lamber os dedos), churrasco (na brasa), rolo de carne (recheado com legumes), fora os patés feitos na hora e o queijo Camembert com as ricas das tostinhas... Bebida? Bem, nas enumeras garrafas, houve uma que nos chamou à atenção, uma garrafa de Baileys com 12 anos! Coisa especial, não acham? LoLoL.

Prova fotográfica do Baileys de 12 anos!

Mas para além do Baileys de 12 anos há uma coisa que nos marcou ainda mais nesta passagem de ano, que foi a seguinte frase: "Mas tu queres lume ou queres fogo?" LoLoLoL. Mai' nada! Já para não falar do primeiro BTF do ano: "Bai' ta foder 2010!" LoL.
Resumindo, foi uma noite extremamente bem passada, entre amigos, com muita comida, muita bebida e com muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita alegria! Começando assim, 2011 a chorar... de tanto rir!!!


Então, e a vossa passagem de ano, como foi?

1 de janeiro de 2011

Celebrate

«Life is like a ride in an amusement park. And when you choose to go on it, you think it's real because that's how powerful our minds are. And the ride goes up and down and round and round. It has thrills and chills and it's very brightly colored and it's very loud and it's fun, for a while.
Some people have been on the ride for a long time and they begin to question: "Is this real, or is this just a ride?" And other people have remembered, and they come back to us, they say: "Hey, don't worry, don't be afraid, ever, because this is just a ride."... and we kill those people.
"Shut him up! We have a lot invested in this ride. Shut him up! Look at my furrows of worry. Look at my big bank account and my family. This just has to be real." It's just a ride. But we always kill those good guys who try and tell us that, you ever notice that? We let the demons run amok.
But it doesn't matter, because it's just a ride. And we can change it anytime we want. It's a choice, right now. No effort, no work, no job, no savings and money. It’s only a choice, between fear and love.» - Bill Hicks (1961 - 1994)


Não, não vos vou maçar com um testamento sobre o que eu quero ou não fazer para 2011. Em vez disso, deixo-vos, tanto a vocês como até a mim própria, uma "ferramenta", para nunca nos esquecermos de que não é só na passagem de ano que podemos mudar as coisas.
Uma parte deste discurso, como já devem ter reparado sempre faz parte do Reino, para me lembrar e para vos mostrar que a vida é apenas uma viagem e está nas nossas mãos decidir o seu caminho, é uma decisão entre medo e amor.
Por isso, celebrem cada momento e não esperem um ano para mudar o que quer que seja. A escolha é, inteiramente, vossa.

Tenham um excelente ano 2011 e obrigada por seguirem o Reino! Muito obrigada a todos vocês!


Nota: este post foi agendado, por isso, por esta altura estaremos a abrir o champanhe na Torre do Pinhão... se conseguirmos chegar ao champanhe. LoL. Me-do!