22 de outubro de 2009

Pessoas

Ás vezes dá-nos aquela vontade enorme de escrever. Deitar cá para fora o que está a corroer-nos cá dentro... E quem é que nos deixa assim?

As pessoas.

Pessoas que nos tratam mal. Pessoas que nem sequer nos têm em consideração. Pessoas que não sabem que existimos e temos sentimentos. Pessoas que nem nos falam. Pessoas que não nos olham nos olhos.Pessoas que recentemente descobri que não valem a energia e tempo que se gasta com elas!Ás vezes, custa é ver o óbvio. Ver que afinal o nosso esforço é em vão e as pessoas não vão mudar, nem nós nos vamos adaptar a elas. Ver, finalmente, que o que interessa são as pessoas que estiveram sempre presentes e dar-lhes o devido valor.O valor de quem gosta de nós todos os dias: seja mal-disposta, histérica, festivaleira, com ou sem maquilhagem, com ou sem roupa de marca, com ou sem paciência, com o cabelo solto, com o cabelo apanhado, introvertida ou extrovertida, sensível ou insensível, simpática ou antipática ...Qualquer que seja o dia, essas pessoas estão ao meu lado, para me apoiar, para me ouvir e para voltar a colar o meu coração quando este está em pedaços.São essas pessoas que interessam! E o resto que vá à Régua a ver se eu lá estou...

4 comentários:

Heartless disse...

Vão sempre haver pessoas e pessoas. Just choose them wisely.

***

Afal disse...

Não podemos agradar a Gregos e a Troianos. E nós próprios não temos de gostar de todos, há sempre alguém que não merece, do nosso ponto de vista.

O que me interessa mesmo é que tu estás no meu coração, sempre ;)

DarkLuneAngel disse...

Gosto de te ouvir falar assim. Agora não te esqueças do que disseste, ok? ***

Dra Nhé disse...

so espero nao pertencer ao grupo de pessoas q n vale a pena ter em consideração...