26 de novembro de 2009

Sala de cinema: 2012


Vou dizer o que me fartei de dizer durante o filme, agarrada ao braço do Gui e à cadeira do cinema: OH MY FUCKING GOD!!!
Está dito.

É um filme sobre natural e obviamente sobre a catástrofe, baseado na possibilidade do fim do mundo no ano de 2012, por ser o último ano do calendário Maia. É assim, quando se é fã de catástrofes, nós vamos ao cinema à espera do máximo de absurdos possíveis, tentamos até imaginar no que se passou na cabeça do realizador ao criar aquela história, mas nada, nem o trailer, nos prepara para esta produção de Roland Emmerich. Incluindo os efeitos especiais que são algo do extraordinário!
Não esperem uma procura de respostas no calendário Maia tipo National Treasure ou algo parecido, até porque só falam nos Maias uns 15 minutos durante o filme todo. Por isso amantes do caos (tipo a minha pessoa), alegrem-se e vejam este filme! Acreditem que vão ficar agarrados à cadeira como eu fiquei, principalmente se for no cinema.
Aconselho vivamente!

Sem comentários: