6 de maio de 2018

Cartas



Pois é, em terra de Messenger e/ou Whatsapp, quem escreve e envia uma carta, é rei! LoL.

Mesmo com a moda digital, numa altura em que mal pegamos numa caneta e papel, continua a ser tão bom escrever e receber uma carta, seja ela num papel trabalhado ou num simples. Claro que o mais conveniente continua a ser as mensagens e emails mas não há nada como escrever uma carta para alguém. Acaba por ser até terapêutico!

Há quanto tempo não recebem ou escrevem uma carta?

23 comentários:

Denise disse...

Cartas já há imenso tempo que não escrevo ou recebo, mas costumo escrever e receber frequentemente postais, o que também é muito interessante. :)

Afal disse...

Eu sei, eu sei! Estou extremamente atrasada na resposta...Não tarda envio para Portugal XD

Sorrir e Sonhar por Mais disse...

Mesmo há muito, muito tempo! Parece que já foi há séculos.

Beijinhos. Seguimos o teu blog*

Princess Cat disse...

As unicas cartas que recebo são do banco ou então as encomendas de livros eheh
R. Sim eu sei que adooras a convenant. E é tua culpa de eu ter ficado viciada na J. Armentrout, adorei a serie wait for you- Até tenho medo de começar mais coleções dela e ficar viciada.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Realmente ao ver teu maço de cartas, senti saudades dos meus. Tenho cartas recebidas de minha mãe, irmãos, amigos e amigas, desde o tempo de internato em colégio católico quando eu tinha uns dezesseis anos de idade. Depois que apareceu a mala eletrônica não mais escrevi ou recebi cartas e sinto saudades. Parabéns pela postagem! Grande abraço. Laerte.

Lia disse...

Por acaso, não vai há muito tempo que escrevi uma carta... Eu adoro enviar e receber cartas. Nada se compara mesmo. Não há whatsapp ou email que vença um envelope com o nosso nome e endereço.


R: realmente eu emprestava apenas um dia da minha profissão a quem diz que não entende como é que existe uma taxa tão elevada de depressões, numa profissão "tão fácil" e com "horarios tão bons" e com "ordenados tão óptimos" e com tudo o que realmente as pessoas nem imaginam que vemos, ouvimos e sentimos.

Andreia Morais disse...

Escrever cartas nunca foi um hábito para mim. No entanto, sempre achei que era uma forma maravilhosa para se comunicar. Em setembro do ano passado, salvo erro, juntei-me a um grupo em que o objetivo é correspondermo-nos deste modo e estou a adorar *-*

Gaja Maria disse...

Já escrevi e recebi centenas de cartas, mas há muito tempo, agora é tudo virtual....

Miguel Gouveia disse...

Ahahah é perfeitamente normal :)

De alguém mesmo (e não de entidade), há uns dois anos :(

NEW TIPS POST | THE PERFECT KOREAN BEAUTY ROUTINE. :o
InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

Love Adventure Happiness disse...

Aqui é mais postais :D e recebe-se e dá-se com frequência

Titica Deia disse...

Tanto que já nem me lembro, com muita pena minha...

Beijinhos
https://titicadeia.blogspot.pt/

Miss DeBlogger disse...

Escrevi uma carta de rescisão de contrato há dias (:P), mas nos meus tempos de escola primária eu tinha uma correspondente em África! Foi uma experiência muito boa na minha infância e em adulta procurei programas semelhantes, mas não encontro nenhum :(
Amigo correspondente procura-se!

Ontem é só Memória disse...

Ora bem tecnicamente eu até recebo cartas, mas por norma são contas para pagar, cartas escritas à mão já não recebo à bastante tempo!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Jo Rashi disse...

Lots of love! Wonderful post dear
Beauty and Fashion Freaks

Vânia Calado disse...

A última que escrevi foi no inicio do ano. É muito bom receber notícias de alguém por carta. :)

Beijinhos

Lucas Tavares Crispim disse...

Bom dia amigo(a)!

Muito bom o seu blog, já estou seguindo...

Abraço!

Tavares_Plugado
https://tavaresplugado.blogspot.com.br/

A Pimenta* disse...

Eu adoro escrever cartas. Antes de vir para casa de licença, escrevi uma carta para cada colega de trabalho. É algo que fica sempre.
Mesmo em namoro, tenho cartas escritas pelo meu Z. que são um tesouro sem preço!

Sandra disse...

Todos os anos o meu filho recebe uma carta da Laponia. Serve?

nat. disse...

Realmente já não escrevo há muito, muito tempo... nem recebo (à excepção de contas e publicidade, mas essas não contam...)...
Binitas recordações

Joana Nunes disse...

Acho que nunca escrevi nem recebi uma carta decente :( Se sentires muita falta, fica à vontade para me escrever :P
Beijinhos,

Joana
panemicbooks.blogspot.pt

Brenda C. disse...

Realmente não recebo cartas à algum tempo, mas ainda há 2 meses escrevi uma a preceito!

De momento ando a treinar a letra para fazer aquelas cartas estilo antigo para enviar por correio ao meu namorado :p

Beijinhos, Brenda
https://momentosdeataraxia.blogspot.pt/

Coisas de Feltro disse...

Cartas não escrevo mas postais não dispenso. E nas férias mando para a família. Sempre o fiz e não vou acabar com a tradição. Postais comprados nos quiosques ou papelarias e enviados pelos correios, agora como antigamente :)

Magda disse...

Já houve tempos em que trocava cartas com mais de 100 pessoas à volta do mundo. De todas essas pessoas, troco cartas frequentemente com uma amiga e lá uma vez por ano com uma outra. Nada, mesmo nada, supera a sensação de uma carta na caixa de correio.