11 de junho de 2021

The Silence of the Girls (opinião SEM spoilers)

 


Se me perguntarem como é que este livro, da autora Pat Barker, chegou à minha lista de livros para ler, já não vos sei responder. Provavelmente foi algo do género: "Olha! Mais mitologia grega!" LoL

Portanto, o tema deste livro é isso mesmo mitologia grega, mais especificamente a altura da guerra de Tróia... o twist é que é na perspectiva das mulheres. Ou seja, só com esta premissa este livro suscitou-me imensa curiosidade, pois muitas das vezes a perspectiva foca-se muito nos heróis.
Apesar então do tema e da perspectiva diferente do mesmo, infelizmente, custou-me imenso a ler este livro. Porquê? Porque a narrativa do livro é extremamente monocórdica! A autora escreveu quase como relatos mas tudo parecia desprovido de emoção.

Eu digo isto com pesar porque (e não estou a dar spoiler nenhum quando digo isto) a história não é só escrita pelos vencedores como também é escrita por homens. Ou seja, os feitos dos heróis, as conquistas dos líderes, é o que fica nos anais da história... e não o que acontecia às mulheres das cidades pilhadas, que eram tratadas como verdadeiro gado. Eram violadas, maltratadas, escravizadas e sabe-se lá que mais.
Temos Achilles e Patroclus numa luz diferente, temos a guerra sem um pingo de romance, temos brutalidade,  temos tanta coisa neste livro e eu simplesmente não consegui sentir nada. Sei que parece uma coisa estúpida de se dizer pois nem todos os livros têm que suscitar sentimentos mas eu simplesmente senti que este livro não me encheu as medidas, quando na verdade tinha tudo para dar certo.

Contudo, quando me lancei a ler outro livro com a mesma temática da guerra de Tróia, este livro acabou por me estragar essa leitura pois estava sempre a pensar na perspectiva feminina. Por isso, se calhar o livro deu-me precisamente aquilo que tinha prometido. Fazer-me pensar em toda a história que aprendi e pensar na perspectiva feminina, mesmo que este livro não seja de todo ficção histórica. Não será por acaso que lhe chamam a "Ilíada feminista"!

Em suma, tenho uma relação amor-ódio com este livro, LoL. Por isso, aconselho este livro a qualquer pessoa que queira ganhar esse novo panorama na história mas com a salvaguarda que o livro é um bocado "seco", no entanto, em algumas partes chega a ser um bocado gráfico.

Já tinham ouvido falar deste livro? Acham que seria interessante ganharmos esta perspectiva na nossa história?

3 comentários:

Blogger disse...

万古神帝
Eyelash vendors
Mink lash vendors

Raquel disse...

Acho que a perspetiva feminina da história é, sem dúvida, interessante. Mas, lá está, os livros, como tudo, podem alcançar os leitores de maneiras muito diferentes. Parece que isso depende muito mais dos leitores do que dos autores, o que não deixa de ser curioso. :)

C. disse...

Claro que sim... a mim ficou na cabeça mesmo o tendo achado um pouco monocordico